terça-feira, 8 de junho de 2010

Vila Madalena-verdes labios

Hoje! jovem
Amanhã recem-nascido
Todos os dias nascemos ou melhor renascemos!
Pensamos e cobramos atitudes alheias

Homens!
Mulheres!
Mudem...

A maquilagem,o decote, o salto alto..
Não quero quilos de maquilagem
Quero o que tem a traz daquele rosto!
Espontaneidade e verdade!


Aquele topetinho Johnny bravo,
cujo cérebro se assemelha ao coração venoso periférico
Meu Deus!!!
O que é isso?



Produções...
Escondem!
Angustias, anseios, expectativas...
Não quero apenas beijar!

Por isso me sinto um estranho no mundo...
talvez meu mundo
talvez mundo, mundo!

Pensei em beijo amado!
ele tem o poder de alucinação,
encontro de afinidades
macio,sutil

espontâneo...
pensando em palavras verdes
e labios maduros.

Voce ja fez algo para mudar a vida de alguém?
Talvez possa tentar
Pois a paixão inflamada nos olhos de quem a fez
é deslumbrante e inesquecível
mirada de profundo brilho, nada é tão sublime quanto


Aquela cuja
nada e ninguém
poderia imaginar
tamanha satisfação
em fazer a diferença.

Nica

2 comentários:

  1. nika muchas gracias por escribir así,hermoso,de aquellos poemas mas bellos!
    un abrazo
    lidia-la escriba

    ResponderExcluir
  2. Madalena lava pé
    Teu labor rima na fé
    lada lena mada lá
    lena lada lava lé
    lava pata pé na lava
    Mada lena lava pé
    Adestra a dor, teu cabaré.

    ass.: Jesus Cristo

    ResponderExcluir

Agradeço seu carinho!

Casa do Poeta de São Paulo

Casa do Poeta de São Paulo
Presidente Wilson Jasa, Vice Presidente Adriano Augusto, Embaixadora Cultural

Movimento Poético

Movimento Poético

Associação de Poetas Portugueses

Associação de Poetas Portugueses

Casa do Poeta de São Paulo

Poderá também gostar de:

Postagens antigas

Seguir

Obrigado à todos visitantes!

Maria Ruth

Maria Ruth
Artista Plastica

Titulo - Criação By Nicah Gomes

Titulo - Criação By Nicah Gomes
Tela - Acrilico TM 1x20 1.00

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Translate