quarta-feira, 7 de julho de 2010

Avenida que separa

Atravessando a rua
farol aceso refletindo
no asfalto pingos de luzes

meus tímpanos extremamente
sensíveis reclamam o excesso
de motores

Alguém esta observando
as cólicas humanas

Estou com o riso preso em minhas mãos
Antes do fim

Quero tirar os sapatos
caminhar num gramado verde recem
cortado

Se pensar,
é pensar e não pesar
escolho rezar!

A mascara dominical
as vezes funciona

Cegueira do mundo
mundo cego
todos agarrados
ao seu ego

Mulher lhe falta atenção
Seja doce
porque usar o mesmo arranjo?
Cante uma melodia observando
a luz da lua em suas mãos

E talvez voce se perca em seus
olhos tristes

E volte a encontrar as palavras
que possam te fazer voar outra vez.

Nica


Sem tropeçar nos erros passados
não recordamos!

Nossa notável estupidez humana

Nica Gomes

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradeço seu carinho!

Casa do Poeta de São Paulo

Casa do Poeta de São Paulo
Presidente Wilson Jasa, Vice Presidente Adriano Augusto, Embaixadora Cultural

Movimento Poético

Movimento Poético

Associação de Poetas Portugueses

Associação de Poetas Portugueses

Casa do Poeta de São Paulo

Poderá também gostar de:

Postagens antigas

Seguir

Obrigado à todos visitantes!

Maria Ruth

Maria Ruth
Artista Plastica

Titulo - Criação By Nicah Gomes

Titulo - Criação By Nicah Gomes
Tela - Acrilico TM 1x20 1.00

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Translate