segunda-feira, 12 de julho de 2010

Mato

Floresta companheira da vida
bananal testemunha de amor materno
variação de acontecimento

Talvez nunca sentirei
o momento completo
Talvez eu seja muito dura
com as pessoas
Talvez eu não permita
nem mesmo coisas que entendo

A vida me é surpreendente
passei por estrada de terra
cheia de buracos
para chegar no alto da montanha
e ver o sonho humano

A beleza gratuita
o silencio do mato
aguas de cores diferentes
cavalos brilhantes
cachorro dentuço, que parece sorrir todo o tempo

O prazer de tocar em momento de absoluta
simplicidade com o mais variado cotidiano
Observo uma construção de violenta velocidade
fico pasma com a projeção humana

Colica flutuante tocando
em meu utero cotidiano
contraindo minhas viceras
agitando meu sinais
que ja não são como antes.


Nica

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradeço seu carinho!

Casa do Poeta de São Paulo

Casa do Poeta de São Paulo
Presidente Wilson Jasa, Vice Presidente Adriano Augusto, Embaixadora Cultural

Movimento Poético

Movimento Poético

Associação de Poetas Portugueses

Associação de Poetas Portugueses

Casa do Poeta de São Paulo

Poderá também gostar de:

Postagens antigas

Seguir

Obrigado à todos visitantes!

Maria Ruth

Maria Ruth
Artista Plastica

Titulo - Criação By Nicah Gomes

Titulo - Criação By Nicah Gomes
Tela - Acrilico TM 1x20 1.00

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Translate