terça-feira, 23 de novembro de 2010

Construção

Fazemos o muro do tamanho que queremos
As vezes tão alto
Que impossibilita a escalada

Tenho observado que muitas
 pessoas usam suas pedras para lamentar
 e não para criar!

Podemos e devemos construir
de maneira que possamos
não somente subir!
como também contemplar o outro lado do muro!

Ah alguns anos a traz ouvi !
Te amo do tamanho do muro!

E aquele muro para aquele pingo de gente
era certamente a coisa mais gigantesca do mundo...

Os anos passaram e aquele gigante muro tornou-se pequeno
e aquele pequeno pingo tornou-se grande

Assim são os muros de nossas vidas
em determinadas fases são gigantes!

Em outras são insignificantes
Em outras fascinantes...

- e em outras simplesmente um muro!  

Nica Gomes

2 comentários:

  1. Alem de subir o olhar o outro lado do muro.
    Devemos descer do outro lado, aprender novas sensações, contemplar novos momentos.
    Do pequeno ao grande, do insignificante ao gicantesco, a vida, alem de dura é doce.
    Basta despir as magoas e obstáculos da cabeça e seguir, sem arrependimento daquilo que fez, fazendo o que se tem de melhor.

    ResponderExcluir
  2. Oi Joel

    Isso é verdade meu amigo!
    a vida é muito doce mesmo...
    obrigada por sua visita
    bjos

    ResponderExcluir

Agradeço seu carinho!

Casa do Poeta de São Paulo

Casa do Poeta de São Paulo
Presidente Wilson Jasa, Vice Presidente Adriano Augusto, Embaixadora Cultural

Movimento Poético

Movimento Poético

Associação de Poetas Portugueses

Associação de Poetas Portugueses

Casa do Poeta de São Paulo

Poderá também gostar de:

Postagens antigas

Seguir

Obrigado à todos visitantes!

Maria Ruth

Maria Ruth
Artista Plastica

Titulo - Criação By Nicah Gomes

Titulo - Criação By Nicah Gomes
Tela - Acrilico TM 1x20 1.00

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Translate