quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

As pálpebras

Uma manhã fresca deitada em gotas de rosas vermelhas
desvanecida em pensamentos que exaltam o corpo

Embriagada com especiarias variadas
Invisíveis porém acionadas com alguns caracteres

Sóbrios desejos ao alcance de deliciosos delírios
paradoxal e necessário neste milênio

De amores instantâneos
É vital alimentarmos sabores atemporais

Olhares guardados que são ativados
por desprevenida atração liquida
escorrendo imaginação a dentro

Estimulante porção secreta com ínfimas fragrâncias
percebida apenas por aquele que a provocou

A tentação não esta apenas no toque mas também
no ar!
Que entra invadindo as entranhas com atrevido sabor.

Nica


   


  

2 comentários:

  1. [o olhar que se atenta, se detém no curso primordial da vida, no seu aroma]

    um imenso abraço,

    Leonardo B.

    ResponderExcluir
  2. Gostei.
    Muito estimulante.
    Momentos muito bem traduzidos.

    Stélio

    ResponderExcluir

Agradeço seu carinho!

Casa do Poeta de São Paulo

Casa do Poeta de São Paulo
Presidente Wilson Jasa, Vice Presidente Adriano Augusto, Embaixadora Cultural

Movimento Poético

Movimento Poético

Associação de Poetas Portugueses

Associação de Poetas Portugueses

Casa do Poeta de São Paulo

Poderá também gostar de:

Postagens antigas

Seguir

Obrigado à todos visitantes!

Maria Ruth

Maria Ruth
Artista Plastica

Titulo - Criação By Nicah Gomes

Titulo - Criação By Nicah Gomes
Tela - Acrilico TM 1x20 1.00

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Translate