sexta-feira, 25 de novembro de 2011

Vinho

A respiração de antemão passou distraída
nem percebeu a embriaguez da garrafa cheia orgulho.
O copo transbordou derramando o liquido
inquieto das veias ciumentas.

Oh desgraça bendita!
Somente mergulhando no poço
além das aparências , pode se permitir
apneia do conhecimento.

Grande é aquele que se permite ferir,
 não, não defendo aqui " auto flagelo"
 - mas, sim identificar seu próprio pulso.

Ah tempos!
- Ou de tempos à tempos!
Em tempos.
È necessário, pararmos, refletirmos,
analisarmos, meditarmos até
sentirmos nossa circulação passeando  pelo corpo.

 Tocar o peito com a palma da mão,
 deixar o coração ganhar voz.

Perceber  cada batimento.Ele esta acelerado? acalme-se!
Ele esta lento? faça uma pequena massagem de palavras amigas!
As palavras curam grandes feridas.
Feche os olhos!
Tudo fica tão claro, basta  ouvirmos nossa essência.
Viemos da luz e para ela voltaremos,
 portanto  embriagar-se !
- De amor e Luz.

Nica Gomes  

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradeço seu carinho!

Casa do Poeta de São Paulo

Casa do Poeta de São Paulo
Presidente Wilson Jasa, Vice Presidente Adriano Augusto, Embaixadora Cultural

Movimento Poético

Movimento Poético

Associação de Poetas Portugueses

Associação de Poetas Portugueses

Casa do Poeta de São Paulo

Poderá também gostar de:

Postagens antigas

Seguir

Obrigado à todos visitantes!

Maria Ruth

Maria Ruth
Artista Plastica

Titulo - Criação By Nicah Gomes

Titulo - Criação By Nicah Gomes
Tela - Acrilico TM 1x20 1.00

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Translate