sexta-feira, 5 de setembro de 2014

Injuria

Todos temos escolhas diárias
Escolhas que mudam inícios e  fins
Coisas inesperadas caem como estilhaços para egoístas natos
... ainda resistem " Lolitas" povoam todo oceano seco
Humanos,  almas e flores ; descalços de valores, desprovidos de amores
 segundos passam
... esses espíritos falidos,  presos em carne sem cerne!
O lodo, o nojo, o convívio anulado; Lolita agora é coisa do vizinho do lado...
Veja a alma pelada, o corpo vestido, o espirito oprimido qual será o sentido?
- Existir para um monte ou uns poucos pingados povos ou polvos!
 interessante polvo envolto em tentáculos ritmos mareados, embriagados da lucidez  ou melhor estupidez humana.
 Quem é o farejador?
 Quem decifra? quem é a desgraça?
 Quem é o culpado?
  Querer!
Saber?
Ver!
Suma pobre diabo! vai assombrar as sombras dos cegos vigilantes do peso sem medida.

Nilzangela Lima

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradeço seu carinho!

Casa do Poeta de São Paulo

Casa do Poeta de São Paulo
Presidente Wilson Jasa, Vice Presidente Adriano Augusto, Embaixadora Cultural

Movimento Poético

Movimento Poético

Associação de Poetas Portugueses

Associação de Poetas Portugueses

Casa do Poeta de São Paulo

Poderá também gostar de:

Postagens antigas

Seguir

Obrigado à todos visitantes!

Maria Ruth

Maria Ruth
Artista Plastica

Titulo - Criação By Nicah Gomes

Titulo - Criação By Nicah Gomes
Tela - Acrilico TM 1x20 1.00

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Translate