segunda-feira, 8 de dezembro de 2014

Bil













Quando você chegou em nossa vida tão pequenino indefeso
cabia na palma da minha mão, aos poucos foi crescendo, e
a cada dia que passava parecia mais jovem, o seu amadurecer
era sinônimo de beleza.
Durante esses doze anos nos deu o prazer de sua companhia e dedicação.
Seu caminhar de coelho, causava questionamento em todos que o olhavam!
Como descrever minha vida sem você!
Quando abrir a porta, você não estará mais aqui com seu carinho!
Quando eu falar " vamos passear" quem irá se alegrar!
Quando estiver preocupada caminhando pela casa, você não estará mais aqui sentado ao meu lado
parecendo me dizer que tudo iria passar!
Sei que o dia do adeus chega para todos, mas entre saber e viver esta perda existe um abismo meteórico.
- é-me difícil e dolorido admitir não vou te ver mais fora da minha lembrança.
Meu querido amado eu te amo e sempre te amarei por toda minha breve existência que também um dia irá dizer adeus.



Nilzangela Lima

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradeço seu carinho!

Casa do Poeta de São Paulo

Casa do Poeta de São Paulo
Presidente Wilson Jasa, Vice Presidente Adriano Augusto, Embaixadora Cultural

Movimento Poético

Movimento Poético

Associação de Poetas Portugueses

Associação de Poetas Portugueses

Casa do Poeta de São Paulo

Poderá também gostar de:

Postagens antigas

Seguir

Obrigado à todos visitantes!

Maria Ruth

Maria Ruth
Artista Plastica

Titulo - Criação By Nicah Gomes

Titulo - Criação By Nicah Gomes
Tela - Acrilico TM 1x20 1.00

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Translate