sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

Sono

As complicações das cobranças
Queremos adivinhações em todos os instantes
Todas atenções sem intenções

Conversando com vidas passadas
Recebendo visitas de almas
Encontrando com desencontro
Arrancando plantas para aliviar o excesso destemperado do egocentrismo

Vejo olhos cintilantes, falantes!
que insinuam risos...
Como sorriso de olhos de abelhas

  -vejo com olhos de besouros
são tantas imagens e atuações

Hoje tem luzes amarelas
Vidros brancos
Muito vento em minha janela

Agora a brisa leve invadiu meu peito.
Vou-me !
Encontrarei o sono do justo

Falarei aos meus, e os seus, e nossos!
E chegaram as respostas
Esperadas ou não!!!
Mas respostas cegaram alguns
E abriram os olhos de outros...

Nica

quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

Cordas

Tantos caminhos e lembranças
Fumaças tristes
Cobranças " falta de atenção"

Um aperto no peito
respiração com-passada de um lado para o outro
a duvida
a tristeza
o som do passado, fica tocando

Assombra!
Entristece !
Deprime!

Os anos...
As datas...
Os dias...

Estão cobrando cada vez mais e mais!
As cordas e suas notas tristes
Estou sangrando!
Estou amargando tudo que poderia ter sido!

Voce esta aqui ao meu lado
com seus pensamentos!
Me perseguindo sempre...

Tenho a nota musical...
A dor de existir num mundo
de lantejoulas...

Brilhante e frágil!
Com horas contadas...
Vem chegando  novos horizontes.

_Quero o tudo,
mas o tudo, é nada!
e o nada,
 pode ser, " tudo"

_E o brilho pode ficar fosco,
e o fosco pode brilhar!!!

E a dor pode se acabar!
triste, oco,
sem explicação
apenas oco...

_O que existe, não existe
e o que existiu não existe mais!

E as flores? se foram !
Se foram todos?
E o que restou ?

...escolhas...

e

...resultados...

não esperados mas plantados
e agora colhidos.

Amor,solidão,pessoas, falas
pedidos,opções...

Estamos no camarote assistindo ao espetaculo...
O ano esta por um fio
E agora?
-Não estou feliz!
Sorrir ?
Claro!

Vamos subir no palco dos imbecis !!!
E fingir que esta tudo bem hoje e sempre!!!
Quem sabe amanhã !
Ou depois de amanhã!
Ou no proximo més?
Ou o proximo ano!

Espere!
Tudo passará...

Talvez o ano!
Talvez a situação!
Ou seus pensamentos!!!

Muita coisa,muita gente
Muita informação...
Chega...
Amanhã somente amanhã
Hoje não...

Nica

terça-feira, 28 de dezembro de 2010

Livro

Chegou o koesia!
Ele esta feliz!
Ansioso para viajar pelo mundo.

Como esta brilhante esta noite
Agora vejo o vento da realização
Vejo como crer é importante

Em meio a tantos acontecimentos
tumultuados chegam boas novas

Encontro com pessoas e substâncias
Revelações mil
Surgi palavras e confissões

Um grande momento vem chegando
a glória e a fé!

Noticias e orações
vieram ao meu encontro

Hoje ah
Amanhã terá

Mais e mais trufas humanas!
O movimento necessário para o som da vida.
Criar,concretizar e realizar...
Bem vindo koesia!

Quero o mar e seu cheiro,
Com o chuaaaaaaaaaaa no meu ouvido,
Caminhando na areia vestida de sol

E assim beber o suco vital
A beleza da simplicidade compartilhada.

Sabor

Saudades, emoções e rostos!
Surgem de repente em nossas mentes
Tentações chegam a todo tempo

 Sorbê de limão
Comer frutas em cama de  mel trufado!

- Tomar  lele
- Tomar aquela ducha forte  e morna!
-Tomar um copo de agua gelada!

TODOS OS MOMENTOS SIMPLES
são recheados de riquezas...

- Pequeno cálice de vinho acompanhado de grandes palavras!
-Saudades emoções e rostos!

Toques e companhias
Elas chegam entram
 estacionam sem marcar o cartão de hora!

O futuro trará o sabor trufado deste mistério,
sentido e transmitido.

Nica
simplesmente ficam!



Nica

domingo, 26 de dezembro de 2010

Farelo

 Latentes sabores
Abraços leves e quentes
carta de luz
Revelações incríveis

Buscamos a alegria do chocolate
no pão!

-Voce pediu a solidão,
 a solidão!
agora que ela chegou, reclama!

A sinceridade é ótima e necessária
a diferença de um dia para outro

faz com que percebamos os sons
de algumas palavras faladas
e muitas vezes não sentida

Precisamos viver e sentir todos os dias
com todas suas horas!

_ è preciso saber viver!

Nica

sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

Natal

Dia de fortes lembranças
noite de aromas caseiras,
abraços queridos, sorrisos compartilhados

Ontem estava naquele natal
com ceia e amigos e doces

Hoje outro natal
com outros amigos e mais aqueles amigos
familiares e mais familas

Temos mais crianças mais amores
um noite de acomodação obvia
ou seriam sentimentos óbvios?

Bem não importa a resposta
pois qualquer uma seria otima!

Estou ainda sentindo o cheiro do outro natal
e ja estou quase sentada à mesa deste natal!

Que incrivel o tempo!
Ele passou!
Esta passando...

E nós !
Vamos !
Natalinos!

Refeições, ações e emoções
nos aguardam.

Convido a todos para o banquete!
Feliz Natal


Nica

quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

Fase

Vejo a fumaça do cigarro dançando
Assisto o efeito do álcool em cabeças de pano

Ouço!

 Mulheres e mulheres!

-Algumas com suas pérolas absurdas...
-Outras com latões extraordinários...

E também,
Aquelas cansativas ao cubo!
Umas egocêntricas  loucas!

Que loucura pode se perceber num simples churrasco!
A duvida é !
- Queimam-se adjetivos
ou
Vacas?

Independente da cronologia
observo a fumaça dançando...

Horas a fio!
Fio de ouro?
-Não!
-È prata!

Prata ?
-Não
Nitrato de prata!
_ah sim!

Percebo a diferença
de fragmento para fragmento.

As vozes falam todo o tempo!
...Observe
A mente humana!

Nica



 

terça-feira, 21 de dezembro de 2010

Ilusão

E se eu pudesse dizer
Que foi lindo
Que acreditei
Que amei

Que sorrir!
Que chorei!

Quero querer mais
Mais querer mais
Doi!

A dor nas pernas do sentimento
a dor viceral do momento
faz latejar os músculos coronários.

Nica

.

domingo, 19 de dezembro de 2010

Comentarios

Falar é um dom!
Pena que alguns seres
não respeitam!

 - Alguns saem berrando!
_ Outros saem sorrindo e alfinetando...

Penso em pegar alguns alfinetes
mas logo mudo de idéia
e deixo para quem os espalha.

Nica

sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

Pessoas

Existem sombras que se denominam pessoas
ah sim elas pensam!

Porque gritam para ouvir
a propria voz!

Ou talvez toda impotência
existente dentro delas!!!

pessoas e pessoas
 com muitas pessoas!

pessoas peçonhentas
pessoas ingratas

pessoas deste mundo!

Nica

quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

Ação / Reação

... A principio este lugar é fácil!
A principio este lugar é claro...

_ Podemos mostrar coisas para pessoas
que desejam ver!

Olhar  primaveras!
_ Sem  cansaço...

As pernas doem por não caminhar?
Então caminhe!
Esta disposto a pagar o carnê de suas ações?
Pague!

Siga este endereço;

Avenida resultado, numero: Ação!
Cidade: Atitude
Cep: Responsabilidade
Estado: Palavra
País: Proatividade

Nica

terça-feira, 14 de dezembro de 2010

Idéias

Gotas de chuva trazem idéias novas
Sonhos  umidos em emoção
Poças feitas de atitudes

Estão chegando!
Nuvens brancas e cinzas
São belíssimas!
                            ...Românticas, frescas!
Eliminam  gases tristes...

Ruas molhadas de planos
Planos de planilha
Planilhas, manilhas
Escorrem cidade à fora

Macios são:  pingos deslizando pelos ares
Hora verticais, hora horizontais!
Hora são pingos soltos sem destino
Apenas  movimentos naturais

-Que flagrante maravilhoso!
-Pássaros em minha janela sacodem seus corpinhos franzinos
-Parecem até que estão copiando a coreografia do tempo,  dançando com a chuva.

Nica Gomes

segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

Persona

Hoje tem Maria
ela apareceu com todos os seus espinhos
falou do passado
disse não fazer nada de errado

Calma!
Errado!

                                      Ou seria sob o prisma " cegueira"
Bem pensa em fazer o certo errando

                                               Toma agua de garrafa
come milho de lata
                                       Pensa enganar?
Esta se enganado viu?

Tudo vem à tona
Não tarda a virada viu!

Ah menina levada que não olha nos olhos de quem fala!
                                                                                       Foge da fala mansa menina!
Hoje é dia de sucego  no gogô...

Tem correções em agua quente!

                Agua morna mata viu!

Toma essa lição como quem toma agua de ferrugem
Não tenha medo de barata!

A barata é pequena!
Grande são seus medos...

Medos!
Para que te-los ?

Devolva-os  para as aguas do mar sem fim...
Ou corra da barata,da vida e também dos serafins.

Nica

Torta de limão

Familia sorrindo
Palavras soltas
Comida fresca
Amor a primeira vista

Conversa infinita
Paixão recente
Sabor de momento especial
A vida
Para ser vivida
Amada
Saboreada

Chuva forte fecha a noite
quente de verão
Olhos livres
Gestos puros
Sorrisos emocionados

Sonhei com vestido branco
adornado com douradas pedras

Amanhã será amanhã
Linda e azul.

Nica

sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

Filme

Idéias enfumaçadas atrasadas
Rosto jibóia
Cheio de incompreensões
Pimentas secando
Plantas gritando por espaço 
Pessoas gritando adjetivos escuros

A identidade domestica descoberta
Quão rude pode ser um ser
Algumas primaveras a traz 
Haviam conceitos inabaláveis

Paredes sem quadros
Telas tumultuadas 
Caixas rasgadas
Objetos perdidos 

Perdeu-se muitos dos  sentidos!
Deixar  mãos descansarem sob o queixo?
Seria um caminho!

Dar um close na desagradável cena! 
ou que tal um plano americano
E ver todo o contexto?

Não, apenas o argumento poderia
bastar!
-Se ele existisse...   mas esta em suas mãos construir, elaborar 
este final, ou simplesmente filmar outra cena.

- Plano B

Escrever uma sinopse do filme denso 
e transforma-lo num curta metragem
leve e animado.

E na estreia surpreender o espectador ancioso...

Nica   


     

Resultado final

Esforços feitos sem efeitos
Não posso tirar leite de pedra!
Ah pessoas e pessoas...
Algumas simplesmente vivem para fazerem
outras sofrerem
e tocam o " explodam-se" pois meu mundinho esta
perfeito.

imagino essas cabeças filhas das putas
egoistas

que comem para não morrer
e não para viver

A dor da inadimplência alheia
A dor de pessoa anestesiada
A dor de ver a cegueira

Lagrimas compartilham o banquete
da burrice de quem pensa ser esperto...

Nica

quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

Tela

Hoje tem palavras frescas em meu sangue
Elas estão circulando em minhas viceras

Em meu coronário!
Energia!
Energia!

Tantos suspiros alegres
Fazem o oxigênio ter cor, cheiro e alma
Melodia composta de entusiasmo

Pedra de pau
Pau de pedra

Tenho agua de chuva!
Tenho lua nova!
Tenho agua de mar!
Tenho sabão no chão para escorregar sem medo!

Tenho letras impressas que estão prestes a chegar.
Noite de verão
Pensamento de veraneio

Corpo fresco...
Mente fresca...
Alma fresca...

Todo e tudo
é luz...

Nica

Ser

Estas aqui

em meu peito!

Tens o que precisa!

Abrigo...

A vida esta aberta para quem tem coragem!

Nica

segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

Flagra

Tem coisas no ar que vão aparecer
são partículas que se unirão
elas irão formar a imagem
antes indefinida...

Sei exatamente onde tudo isso vai parar
 o mais incrível

Deste ar
é a clareza de sensação!!
espero com uma grande certeza
ser forte!!!
Estar forte!!!

A vida continua...

Nica

 

sábado, 4 de dezembro de 2010

Jantar

Sentar numa mesa transparente
comer pedaços de amor
beber fluido de paz

Ser amigo do amigo
Compreender o silencio
Aceitar a distancia

A resposta virá na sobremesa
Simplicidade acompanhada de complexidade
A comida, a bebida,cotidiana é o simples sorriso nos olhos de quem vê...

Nica

sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

Demasiado Humano " Nietzsche"

A simpatia vulgar
incomoda e faz germinar parasitas humanas!

Alguns" humanos" se condicionam
a sofrer!

E assim alimentam  parasitas
 da ingratidão...
da preguiça...

Humanos sem caracter sempre encontram
justificativas;

-  Injustiçado!

-Sempre desejam tudo que não tem!

Humanos encontra "humanos"
 compartilham des  --- graças

Fazem a decupagem de seus piores momentos
e querem gravar nas memórias alheias...

Caminhar em parreiras  de seres
ou não seres?
Nos obrigam a decantar líquidos humanos.

Nica Gomes

Amigos

Surpresa de ações
Recebi presentes divinos
Noticias brilhantes

Palavras umidas
carinho virtual
Sorriso de criança
abraço idoso!

Confissões inesperadas
Um dia chuvoso
com pingos  quentes!

A emoção contando historia
traz noite em que a lua parecia um queijo gigante...
As estrelas como açucar cristal

Como é maravilhoso ser normal!

Nica

quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

Saudade plasma

Saudade !
Saudade dos lábios imaginados!
Saudade dos beijos platônicos!
Saudade dos abraços pensados e não dados!
Saudades dos encontros desmarcados!
Saudades!

Penso em pensar e apesar de não existir pesares!
Penso!
Penso, no silêncio compartilhado!
Penso!
Penso, estas ao meu lado!
Penso e penso!

Silêncio!
Estou ouvindo a saudade pensar
Pensa saudade!
Enquanto voce pensa

Sinto sua presença em varios tempos
pois o único lugar que se prende
o tempo é numa maquina chamada relógio!

Saudade sem tempo!
Liberto o tempo!
Tempo liberto!

Saudade da pessoa ...
Saudade da sua pessoa...

Nica

terça-feira, 30 de novembro de 2010

Meio

Movimentar os pólos
-  negativos e positivos
sem profundidade entorpecem a mente

A personalidade de caminhos
são descobertas no momento em que elegemos atalhos
essas perigosas  bifurcações

Uma vez que escolhemos amar!
a radiação será implícita,
 nem sempre silenciosa
as vezes poderá vir com ruidos eloqüentes
seja o que fazemos ou dizemos!

Sabemos quem somos quando identificamos
no outro nossos códigos pretos ou brancos

Engraçado porque quando são brancos
indubitavelmente nosso leitor  se comunica!

No entanto quando são negros aparecem
a repudia instantânea...

Vamos  aprofundar o positivo negativo!
 
Protelar por um caminho monitorando atitudes
relacionada ao amor?

Procurar o sentido no sentido
identificando papeis cotidianos aos quais
precisamos redigir, corrigir o cotidiano!

Esclarecer as expectativas ajudam na clareza
do caminho a ser adotado
Refletir sobre algumas sensações trazem decisões
e conseqüências...

No começo do caminho?
No meio do caminho?
No fim do caminho?


Onde voce esta?

Dizem que precisamos de quatro caminhos
para uma vida saudavel ...

E voce sabe quais são os seus?

Nica

segunda-feira, 29 de novembro de 2010

Rainhas

Elas dançam como ao folhas ao vento
Sua mãos flutuam como plumas,
Plumas   de mulheres que acreditam no amanhã

Mulheres!!!
Fortes e francas
Dançarinas destemidas
Sem restrições

Rainhas
Todos os dias descobrem  novas camadas
Seguem  caminhos sem olharem  para traz...Ainda que
sofram não desistem de crer na verdadeira essência

Sabem esperar segundos oportunos para vivenciar
minutos inesquecíveis que estão prestes a chegar

Rainhas abdicam do obvio
por saber que a espera solidifica
a verdadeira exaltação

Como afirmara Platão
A bondade
A beleza
E a verdade


Um brinde em homenagem a nossa essência
Somos o que sonhamos e permitimos em nossas vidas
Por isso sonhe com um sorriso de conquista

Conquista de confiança no bem maior...
Ele tem sabor de comemoração.



Nica

sábado, 27 de novembro de 2010

O sorriso

Ouro!
Outro dia havia sorrisos de serpentes encantadas
Agora cachoeiras  de sorrisos correntes
de animais que agora vejo!

É gente!!!
Sim!

São pessoas...
...humanos!


Estou tecendo uma linda manta com
transparentes fios com
 noticias douradas
que trazem fitas de comemorações

Surto!
Pensar!
Agora vestir a linda caminhada de realizações plantada...

Noticias cotidianas
  " toc, toc"
alegro-me em  ouvir este sonido e deixar entrar
as borboletas na minha janela...elas  batem asas e sorriem para o tempo!

Nica Gomes

sexta-feira, 26 de novembro de 2010

Estatística

-A metade de uma cidade no meio da reserva atlântica
  esta em letras das letras!

-Nos batimentos de mutantes momentos
digitais tocam em poesias virtuais

-Pulos de liberdade
em saltos de amizade

-Hoje com tantas luzes artificiais
as estrelas estão brilhantes!

-A força brilha em meus músculos
minhas córneas umidificadas estão!

-Saldo positivo em canção!

-Oh vida!
-Oh céus!

Suco de paciência com sabor de hortelã!

Cor ?
-Leve!
Cheiro?
-Certeza!

O continuo processo, sem excesso!

Nica Gomes

quinta-feira, 25 de novembro de 2010

Contato

Vamos ao encontro dos momentos sublimes em emoção
tem alguém esperando por seu sorriso
seu olhar!

estamos numa era de muita informação
e pouca emoção!

Pessoas solitários em suas causas!
-solidão venenosa,
 mas alimentada por todos!

A mudança esta dentro de voce
as pedras celestiais dizem para seguir o caminho
e não lembrar do passado

O caminho esta se abrindo
a mudança virá através de uma luz inesperada

Serão pequenas gotas de luz
que mudaram o amanhã!

Lembre-se deste dia pois ele será um marco

A parti de hoje todo passado virou lama!

O passado se esvaio pelos vales sem fim
Lá ninguém poderá achar os motivos
que te magoam e atormentam...

Por isso hoje!
A partir de hoje!

Lave as mãos e deixe escorrer por entre seus dedos
os de sabores vividos...

Estamos aqui!
Não estas sozinho!
Sinta este perfume de rosas brancas
elas são testemunhas das mudanças aqui vibradas e inspiradas por nós.

Nica Gomes
25/11/2010

quarta-feira, 24 de novembro de 2010

Empregados

Pensamentos!!!
São nossos subalternos...
Não permita que eles manipulem sua vida e seu momento
Quando esses malditos quiserem tirar sua paz

Gritem, gritem e gritem!

Ordens!
 trabalhe, trabalhe e trabalhe  para bem...
Verdade!
Vamos ver a maravilha de uma tarde  sépia escorregando para uma  noite clara de verão
trazendo o conforto do amanhã...

Amanhã !
Amanhã um tornado  chegará...
Chegará amanhã cheia de novidades  circulando  frescas idéias 
Novos lançamentos!
 

Vejam ai estão eles !


- pequenos  gestos! 
- delicados cílios!
- pequenas mãos!
- velhos sorrisos!
- novos olhares!
-
- palavras coloridas ainda que os lábios sejam preto e branco,
pois preto e branco são os lábios e não as palavras!

Viram!
 somente uma amostra pequena de que a vida vale a pena!

Nica Gomes







  

terça-feira, 23 de novembro de 2010

Construção

Fazemos o muro do tamanho que queremos
As vezes tão alto
Que impossibilita a escalada

Tenho observado que muitas
 pessoas usam suas pedras para lamentar
 e não para criar!

Podemos e devemos construir
de maneira que possamos
não somente subir!
como também contemplar o outro lado do muro!

Ah alguns anos a traz ouvi !
Te amo do tamanho do muro!

E aquele muro para aquele pingo de gente
era certamente a coisa mais gigantesca do mundo...

Os anos passaram e aquele gigante muro tornou-se pequeno
e aquele pequeno pingo tornou-se grande

Assim são os muros de nossas vidas
em determinadas fases são gigantes!

Em outras são insignificantes
Em outras fascinantes...

- e em outras simplesmente um muro!  

Nica Gomes

segunda-feira, 22 de novembro de 2010

Saúde

A luz em minha vida
Irradiou  minha alma!

Esta tudo limpo
Esta tudo rosa
Esta transparente!

A paz e a alegria
de encontro com magia!

Nica Gomes

domingo, 21 de novembro de 2010

A Felicidade

Íris brilhantes e sinceras
Cílios molhados de emoção
Sons fonéticos na mesma freqüência,

O amor! 

Abraços com braços enraizados com atitudes
Amigos verdadeiros
 se movem, lo-comovem
  no mundo inteiro por um momento verdadeiro

Idade?
A temporal !
São crianças!
São jovens!
São velhos!

Ouço a musicalidade de amigo!
Pérolas...!

Amigos preciosíssimos !

Amigo filho!
Amiga mãe!
Amiga irmã!
Amiga tia!
Amigo amigo!
Amigo amor!

Os traços de cada rosto
Os trejeitos de cada sorriso

Como é lindo viver!
Viver com energia pura do amor
Amor de quem ama!

Nica Gomes

quinta-feira, 18 de novembro de 2010

Garagem

Voce pode descobrir  em degraus,
desejos ocultos!
 situações de coincidências em lugares  inesperados

 ou quem sabe planejados!
pelo plano...

No ar !
-alguns pigmentos indefinidos
Tem arvores brancas
Tem telas brancas

À espera da novas estações estão as arvores!
À espera de cores estão as telas!

Estão chegando as cores,sabores e estações...
Os sabores ricos em emoções!

Nica Gomes

quarta-feira, 17 de novembro de 2010

Impulso

Talvez amanhã será diferente
Talvez seus olhos mentem
Talvez seja projeção

Talvez seja covardia
Talvez o medo do escuro
Talvez embriaguez

Esta meio difuso
Meio a meio
O corpo!
O raciocínio!

Amanhã pensarei pensar
em amanhã!

Hoje não!

Nica

terça-feira, 16 de novembro de 2010

Conversa

A palavra libertA
Me deparei com a inocência
Sua beleza especial com o brilho na medida certa

Tons que surgem em suas atitudes
Pintam um encontro de afinidades

O toque dos semelhantes pensamentos
são  mouses trufa dos com amor!

Olhos molhados
sorrido meio serrado
falamos do tempo passado
 Shitaro ao meu lado

O momento bateu asas
foi buscar confissões e ilusões!

Ontem eram sonhos sentados na cama
Hoje são realizações no pé do monte
Monte seu lego
Colorido,preto , quadrado, redondo
Siga criando sua forma ou forma...

domingo, 14 de novembro de 2010

Domingo

Hoje céu acinzentado
enfeitado de frescas cerejas

Vermelhas brilhantes
suculentas,
mas não estão doces!

Cordas de som me aceleram...
voce precisa sair!

Musica mexicana ou talvez
o momento mexicano

Muda todo contexto para o avesso do avesso
Tapas exorcizam raiva...

Cerejas amassadas  me incomodam
Precisam ser inteiras
Não podem estar em conservantes
ficam demasiadas doces...
O natural, a cereja natural ainda que não seja tão doce.

Nica

Lamento

Pessoas, comportamento e fingimento
Fingimento, comportamento, pessoas

Tudo seria simples...

Simples seria tudo!

Claro se não fosse escuro
Escuro se não fosse claro!

Tenho certeza da incerteza
Tenho a incerteza da certeza

Uma noite em claro
Um claro na noite!

Surgem as brancas mentiras
Mentiras brancas surgem!

Tem pizza,musica e tristeza
Tem tristeza,musica e pizza!

Mais uma descoberta triste
Mais uma triste descoberta!

Amanhã esclarece
Esclarece amanhã!

Nica

sábado, 13 de novembro de 2010

Claras

Os dias estão em contagem regressiva
Tudo transparente!

Ouço cada passo para o infarto do elefante branco
Me divertir com os numeros
Mas agora eles ja não fazem parte deste espetaculo

Tudo tão simples!

Nica

quinta-feira, 11 de novembro de 2010

Segundos

Encontrar explicações para a beleza
de um momento perfumado

De estar com pessoas que vivem do outro lado
Ah pessoas e pessoas!

Estou aqui e lá!
Acredito na bondade, beleza e a verdade...

Nica Gomes

quarta-feira, 10 de novembro de 2010

Surpresa

A peça do destino

A surpresa encantada de pessoas
que surgem e não falam nada

 Fazem toda a diferença
de um ser que,

Busca...
Briga...
Acredita...
Luta...

Segui um caminho de espinhos com rosas
mais ainda assim um caminho de rosas!

Nica Gomes

terça-feira, 9 de novembro de 2010

Compromisso

Um encontro de pedidos,
pedidos de casamento!

Um brinde ventilado de palavras
que estavam
na prateleira conceito

Pensava eu numa época
de pedidos arrumadinhos
não enfileirados

Quase emparceirados
 chegaram  ao meu ouvido
 varios pedidos!

Casamento!
Casa!
Casar com a vida!
Casar com o trabalho!
Casar com o amor!

Nica Gomes

Fuga

Se o cenário da sua vida esta  errado
desmonte-o!

Se a dor de cabeça o acompanha
encare os problemas!

Se existe a falta de tempo para cuidar de suas prioridades
ou pelo menos minutos  com sua companhia...

Você esta muito longe de chegar no  oases de  suas verdades

Desenvolva consciência!
Enfrente suas patologias!
Pode ser o caminho!

Ser louco é rejeitar quem você é!
Ser pirado é sair espalhando desculpas para todos os lados....

A vida é simples!
Simplesmente aceitando...

Você !

A aceitação sem qualquer punição!
Traz ação,
Ação traz reação,

Reação
Encontra emoção
E finalmente a conclusão

Do desencontro com encontro
Da dor com o amor
Do amor com a dor
Do horror do amor
Do amor de horror

De qualquer modo
enlouquecido vestido
ou
Lúcido pelado, varrido 
A vida ganha sentido.


Nica Gomes

segunda-feira, 8 de novembro de 2010

Violeta

Convido voce a sentar-se diante de si
situar-se diante de tudo que lhe é indiferente...

Talvez a sinergia do mundo
lhe seja indiferente!

Talvez a liquefação do seu coração
lhe incomode!

Talvez a circulação periférica
esteja esquecida!

Entre e sente diante de suas expectativas
situe suas meras possibilidades, sem compromete-las
diante de suas invernadas passagens!

Esqueça os alicerces normais

vamos sepulta-los?

Venha!
Veja!
És uma soma de células vivas !

No entanto tenta persuadi-las
ao seu  des prazer!

Conceba  uma poética
cotidiana!
E diga adeus ao velho caos 

Crie seu rito, seu ritmo
sua coincidência, sua consciência
viva sua essência.

Nica

domingo, 7 de novembro de 2010

Ondas

Todas bocas falam as mesmas coisas?
ou coisas mesmas!!!

O rio de saliva umedece as mentiras
desnecessárias e precarias

A língua gentil na boca juvenil
traz o arrepio...

... o sol gentil
vamos viver

até passar a febre
ou tomar um banho frio chamado " verdades"

ou escolha
Arrogância que é  inimiga numero um
da felicidade

e fique dentro das suas  grades...

Esta em  suas mãos arrancar suas vaidades que
te levam ao encontro de suas maldades...

Nica

Bela sem explicação

Um café cheio de más intenções
Sumir sem explicações...

Voce fala no silêncio, sinto suas vibrações!

A passagem dos seus pensamentos
escolheu um destino "eu"

Vejo sua cor de medo
Medo da cor do amor
Vejo que domina seus dedos
Mas não domina seus desejos

As pedras e palavras
 estão rolando !
 se encontrarão na próxima estação...

Nas entrelinhas das paradas cotidianas

Com ou sem consentimento...
o astral esta aberto para este acontecimento!

Nica

sexta-feira, 5 de novembro de 2010

Minuto

As facetas dos sentidos
O ser quer ter,
O ter quer ser,

O ter fala para o ser,
 quero voce!
O ser fala para o ter
 meu ouvido sorrir,quando penso em te ver!

Ser amada!

Ser!

 enjaulada...

Ser desejada!


Ser primaria...

Ter vigia!

Ser alegria...

Nica

Premios

Quanto pesa cada premio
Será ouro?
Será prata?
Será esforços?
A repetição dos nomes me fazem lembrar
a polha em que vivemos!

Qual o sabor de tirar uma foto com um desconhecido
que jamais lembrará sua existência?

Observando pessoas implorando por nitrato de prata
e amanhã? como será?

Para quem? para onde?
porque esta sede desmedida pelo desconhecido?

Vamos brindar a mediocridade humana!

Nica

quinta-feira, 4 de novembro de 2010

O

A solidão martela a opressão


Quais são seus inimigos?
A guerra  dos sentidos!
Caminham os guerreiros congelados

O tempo passou!
Voce pensa que nada mudou!

Do outro lado os guerreiros
dissolvem, avançam
com suas armaduras passadas

A surpresa da morte!
Neste campo de batalha ...
Essa guerra gelada!

Congelado!
È o fantasma do medo que voce alimenta!

Tem brigas, fadigas
e intrigas...
Expulso essa luta
Liberto o gelo
Arranco as armaduras


Não quero ataduras
Somente curas!
Nica

Sequela

Escutei ancião

"seja glicose"

Escuto palavras rasas

"seja paciênte"

O  destempero conduz ao desgaste,
para que viver na aste do nervo?


Lição da inesperiência
brinca com videncia

Vejo vulto!
Vejo luto!
Vejo vivo!
Vejo morto...

Nica

quarta-feira, 3 de novembro de 2010

Mesa de vidro

 Dentro de uma bolha com pouco
oxigênio de visão
Pouco a pouco ela começa a dissolver
a placa da limitação

Aparece resposta
e compreensão para comportamento
que antes parecia sem explicação

Um dialogo amigo  falando de inimigos
"pensamentos deletérios"

Dissolveu a cor púrpura
agora jaz escuridão!

Nica Gomes

segunda-feira, 1 de novembro de 2010

Caixa

Opressão !
Dentro do seu casulo?
Cobranças minhas suas...

 Desnudas desculpas
Tempo que passou
E agora correr?

Incomodo astral
Avalia quanto vale a pena!
A armazenagem de patricinhas 
Inútil passado preguiça sufocante

Agora elefante em sala de cego!!!

Nica Gomes

sábado, 30 de outubro de 2010

Estilhaços de Signos

Personas desprovidas de liberdade, contos, estranhesas em lamentos compostos por
espaços fechados, conceitos abertos com ideias  balbuciadas em carvalhos verdes

Signos e símbolos, palavras em vozes que outrora pareciam seres algozes ?
Precisamos de paradigmas  ou autointitularmos as margens magistrais das expressões verbais !
Sou amante paranormal...  de letras luminosas!

Necessito de escritas faladas!
Desejo de falas em semblantes circunspectos para debate-las como também possui-las  em meus papiros noturnos!
Com a brevidade da existência preciso de inumeráveis  explosões  proclamadas com excelência em discursos peripatéticos em meio ao cotidiano. E quem sabe assim alcançar nuances insondáveis em nossas heranças.


Nicah Gomesc

sexta-feira, 29 de outubro de 2010

As Mascaras

Elas viajam pelos ventos
 orientais,ocidentais e tropicais
É cômico o comportamento de algumas mascaras

Elas se dissimulam em festa de acasalamento
Em sorrisos de olhos fechados
Em mentiras brancas

Mascaras liquidas sem fruições
Mascaras engessadas de inveja
Mascaras de sorrisos odiosos

Mascara de viver querendo te matar!
Mascara te identifiquei no meio desta alegoria...
Estou feliz por voce não fazer parte do meu dia a dia!

Nica Gomes

quarta-feira, 27 de outubro de 2010

As Caras

Quando criamos um estigma
Fica dificil quebrar
Mas não impossivel

As vozes amigas nos ajudam
a ouvir nossa própria voz

Tenho em minhas mãos
letras estrangeiras
que dizem nada é novo

Nada é indecifrável
ninguém é infalível

Apenas nos libertando
das amarras sociais
venceremos as faixas descritas dos que se dizem normais.

Nica

sábado, 23 de outubro de 2010

Entre o Céu e a Terra

Senti um cheiro de morto!
qual mensagem o odor
do crisântemo tem?

Seria a morte do passado?
ou a morte de um presente ausente, dentro da mente?

Questiono comportamento inusitado
no entanto ja sei a resposta deste resultado

Mensagens de vivos mortos,
incomodam muito mais
do que mortos vivos!

Sigo no sentido do sentido
Vivo o convívio com o invisível
Invisível porém divisível

Na rosa branca vejo
Luz
Intuição
Pureza
E mensagens ocultas...

Nos espíritos
 historias e memorias

Na energia sinto
sentimentos, sofrimentos
palavvras não faladas
são espelhos de todos os momentos...




Nica

sexta-feira, 22 de outubro de 2010

... clareza dos  pensamentos
 andar  certeza do sonho
encontrar palavras para definir amor...
Nica

quinta-feira, 21 de outubro de 2010

Utero III

Hoje encontrei o portal
e entrei...

Caminhei por vales verdes
Parei por alguns instantes
para observar minha voz viceral

Ela me disse estou flutuante
vamos seguir nossa jornada
onde nos esperam transmutações
sem alienações.

Hoje novo!
... saio de dentro do ovo!

Nica

quarta-feira, 20 de outubro de 2010

Passagem da terra

As escolhas são reflexos dos nossos pensamentos
Vivemos acompanhados de energias do qual acreditamos
e permitimos.

Posso dizer que ao nos livrarmos
de mal pensamentos
E de pessoas densas

A vida ganha um brilho
translúcido.

Posso sentir em cada palavra
em cada olhar
em cada abraço
que recebo das maravilhosas
pessoas que tenho o orgulho
de ser amiga!

Obrigado Deus por todos
 queridos
amados,sinceros
AMIGOS da minha vida!

Nica

terça-feira, 19 de outubro de 2010

Toque

Os vampiros existem
estão por toda parte
Acariciam com cuidado
para não serem identificados

Ontem ouvi pérolas
Hoje toquei em pérolas
Amanhã abraçarei pérolas

Tudo esta mudando
empregando os talentos
Conhecemos os alentos

Tenho esforços dos quais
me orgulhei...
Existe uma luz que busquei
e agora seguirei

O tubo azul abraçou minh´alma
com o fio metal prateado saímos a passear
encontramos energia para seguir para o mar.

Nica

segunda-feira, 18 de outubro de 2010

conto





Os meninos estão com piolho, vamos passar álcool e baigon,  pois em casa  nunca houve dinheiro sobrando para comprar o piolex, remédio convencional vindo de laboratórios que se dizia ser poderoso para provocar  um genocídio contra  piolhos, em pouco tempo.



Então, a solução era jogar álcool no couro cabeludo, e em seguida amarrar um pano
Deixar por alguns minutos. 
          Tal  procedimento,   ao invés de matar e velar  os piolhos, tal situação deixava-os em pânico, o medo de sucumbir, fazia com que os piolhos corressem e picassem forte e continuamente, provocando uma inquietude incontrolável em Nica , pondo - a a correr por todos os cômodos de casa, inclusive na cozinha, onde sua mãe, em volta ao fogo e panelas, não resistia as  inquietações  de Nica, muito irritada,  gritava: saia daí sua negrinha!  vai pegar fogo na tua cabeça, mas Nica  diante de tal aflição não se via capaz de obedecer a ordem de ficar quieta. 

Sua mãe resolvia levar para o quintal, aqueles pestinhas Nica e companhia!
Hora do banho! Vamos para cisterna,  todos tiram as roupas:
  Nica, Dena, Dico e Tati;
  lá vem um balde cheio de água gelada, passa sabão, tempo de piolho, põe álcool e baigon,  mata a criança e o piolho segue como se sofresse de labirintite. 

 Depois, de meia hora,  começam a catar um a um, naquele nicho de cabelo medindo cerca de 1 metro, imagine puxar um piolho nesse comprimento, cima a baixo! 

        O casco da cabeça dolorido  de tantos puxões, e quando Nica reclamava, sua mãe gritava: Tá reclamando o que, menina  rabugenta,  ainda pega o lanzudo.  Mas como Nica  não parava de reclamar, sua mãe lhe desferia vários cascudos ``poc, poc, poc”.
       Enquanto isso, embaixo daqueles coqueirais baianos, sob um sol escaldante de 37 graus que aquecia o corpo, o que dava a sensação do fim daquele pesadelo torturador, insuportável... E quando finalmente  sentia o corpo aquecido, ouvia aquele “Tum”, era Neri com o balde de água gelada cisterna a dentro, em seguida, projetava - o contra aqueles corpos franzinos deNica e companhia “ chuaaaaaaaaaaa” como uma cachoeira “gelada” escorria cabeça a baixo, 

- Dico, magrelo, cabeçudo, orelhudo, meio sarara ficava com os lábios roxos de tanto chorar,

- Dena com seus cabelos encaracolados e orelhas de abano, olhos lacrimejados e silenciosos  clamando somente a hora de tudo acabar,             

 -  Tati perna fina, cabelo ouriçado e cheia de medo,  só chorava,  olhava  o Dico,  o que vinha era o "vuuuuuup" o tapa que dizia, não olhe para o lado! 

     -  Nica zoiuda, franzina e escandalosa so sabia gritar uiaiaiaiiiiiiiiiiii e pensava tanta tortura e esses pioi não cai!

Depois daquela tarde infinita de arranca piolhos,  finalmente!
 para nosso alívio e alegria!
 -   ouvíamos:   olha deu uma boa limpada!

 Vamos entrar,  secar os meninos para amanha recomeçar...

                                                                                  Nica Gomes




Mensagem

Um dia ouvi promessas
de bem-te-vi
ele me prometeu nunca me abandonar
e tampouco me fazer chorar
agora bate asas sem me avisar

Pois te falo bem-te-vi
nasci para ser feliz e amar
então não me peça para
parar...

Voce esta longe, longe
e ainda assim que falar!

Falar,falar e falar!

Nica

Videncia

Conheço dissimulação
mas nada se compara as suas caras
reconheço suas mascaras

  Despido suas vestes teatrais
anjo negro
nunca desejei  te encontrar

Vejo cada passo do seu passo
 falso véu, falsas camisas
não raramente tenta ser afável

Abri sua caixa de bombons amargos
e voce me diz que são de chocolate!

Nica

sábado, 16 de outubro de 2010

Utero II

Prova do amor sublime
Te imploro não me subestime
Ame sem medo

Estou aqui lúcido
Não queira me embriagar com sua amargura
Com suas desventuras

Sou cristal divino 
e vou mudar seu destino

Sonha com uma vulva etérea
Sonha com vida eterna
Ela ultrapassa as fronteiras carnais
E torna os sentido em notas musicais.

Nica
  


 







quinta-feira, 14 de outubro de 2010

Utero I

Cresci ouvindo que ele é  sinônimo  de vida!
Dizem que o utero fala!

Fala, quando não esta feliz...
Fala, que esta dolorido viver
Fala, quando voce tem que parar
Fala, que não vale a pena sofrer
Fala,para e pensa!

Ele cresce e não desaparece
enche seu interior de cristal
que podem te fazer mal.

Mas o que é viver afinal?
È encher seu utero de cristal?

Não!
acorde, tudo isso pode ser o fim do seu inferno astral.

Nica

terça-feira, 12 de outubro de 2010

Sem espaço

  Pessoas  maduras
 inseguras,  fazem questão de tecer suas amarguras

-Sozinhas em seus paralelepípedos inconstantes
atravessam  avenidas irrelevantes

Prostitutas atitudes...
nas ruas obscuras
Joãos, Marias e Gertrudes

 - Procuram justificar
vida,vicio e dor!

Pessoas geram expectativas
dentro de suas vidas inativas
e assim corrompem,
 tudo e todos
a todo vapor.

Não se importando se
causam de-sabor

Conversei com av: 23 de maio
via  rápida
-ou seria?
via mecânica!
aquelas luzes passavam...
coloridos tubos de ensaios

Ensaios de caminhos paralelos !

Quantos carros
ultrapassam faixas
e radares...

Eles estão por toda parte
na rua
na avenida
na faixa de pedestre
na sua cabeça
na minha cabeça


Bifurcações múltiplas
cada escolha
um destino
que
leva a um caminho

Um caminho

Que pode, ou não,
 ser
o seu ninho...







Nica

segunda-feira, 11 de outubro de 2010

Conto - Cronológica II

Ontem !
abria  minha bolsa...

E deparava  com,
Balas sete belos,chiclete ping pong
 pirulito zorro e caramelos

A ladeira do bairro são pedro
A carroça do senhor Joaquim
Colegio Laions Club...

Aspirações, tramitações
Paixões  em arenas
Comidas obscenas

Sonho americano
naquele palco baiano!
- nada poderia ser mundano...
adventista por nascimento
 naquele cenário longe de ser metropolitano!

- De repente,
Abro minha minha bolsa
E o que vejo?
Conto balzaquiano...
Palco paliteiro,
casas verticais
Com mil caras de paisagens fingindo ler jornais

Continuo a procurar entre os bolsos de minha bolsa
E pego!
Anti-concepcional para controlar fluxo menstrual
Pedido de exame medico para checar se meu coração esta normal
Religião?
Agora sou universal!!!
E que é abrir a bolsa afinal?

Nica

Conto - Cronológica I

Hoje a lama do mangue veio ao meu encontro
 dissimulada em meio aos troncos,galhos,folhas e flores

Me convidara a caminhar pelos um-idos caminhos da ilusão
Olhei para o mangue!
-E respondi
Conheço sua lama;
Conheço sua textura movediça
_Agradeço seu convite!
 Contudo tenho que lhe dizer que sou alérgica a lama.

Nica

domingo, 10 de outubro de 2010

Cavalo

Não sou covarde
Apenas não procuro a ferida que arde!
Não tenho explicações para sua maldade
Me recuso a pensar em sua sombra que ja não vejo..

Vi letras sem nexos
Vi seu comportamento cheio de complexos
Usando esquecimento para justificar sua atitude de bonecos.

Nica

sábado, 9 de outubro de 2010

Até quando I

Uma noite uma mulher pensava
nas peripécias da vida!
nas peças do acaso...
que virou caso
E agora olha ampulheta...

Nos ensaios que vieram a ser acertos
Nos acertos que vieram a ser ensaios

No maximo desapego de materia
No minimo vacilo metafórico

Cansaço interminável e perseguidor
Segue!
Persegue na busca  interminável do esplendor

Aquela mulher povo movimenta os tentáculos
para suportar seus obstáculos...

E a tristeza continua...
Crua!

Nica

quinta-feira, 7 de outubro de 2010

Espinhas

A dificuldade de comunicação entre gerações
A expectativa lançada
O que é voce?
Quem voce pensa que é?
Quem de fato é voce?

Talvez voce não seja nada que eu penso,
nem tão pouco será!
Talvez estamos muito distante de todas as metas
impostas!

E a cada dia percebo a diferença
entre;
O que sai da boca
O que sai dos olhos
O que fica no estômago,
E  vai para  âmago

Tenho a dor materna
A projeção de uma sociedade
vem ao desencontro das atitudes de  idade

Falar, falsear,driblar,manipular
situações teoricamente invisíveis
mas tão logo tornam-se palpáveis

E estamos aqui nesta situação desgastada
sem novidades

Qual a dificuldade em executar a simples tarefa de ser
pontual em suas atividades?

Porque é tão difícil entender que ja tivemos nesta mesma fase!
destemida, prepotente, arrogante...

A famosa puberdade...

Essa que entristece, aborrece
E do nada desaparece...

Para jogar com o mundo inteiro
tem personalidade, no entanto
não consegue justificar  de verdade
esse fogo chamado
 " busca da liberdade"

Voce que ser livre?
Livre para que?
 Amar?
Sorrir?
Gritar?
Dormir?

Puberdade, eu te declaro livre!
Vista a camisa e seja forte
pois a liberdade tem um porte.

Nica

quarta-feira, 6 de outubro de 2010

EllE

Minha trêmula mão!
Pega o instrumento de minha vaidade com
meus olhos fixos

 toco meu acorde cotidiano!

Pálpebra, pedra
 preciso movimento linear...
As notas fluem, flutuam pelo ar

Estou ouvindo minha valsa
Estou bailando liberdade rosa
lenta circulando calorosa
pelo salão de arte formosa...

Nica

segunda-feira, 4 de outubro de 2010

Quatro recitando HNTt

Falar de poesia poetizando
Tocar em palavras chorando
Vi seus olhos molhando
Vi seus lábios sussurrando

Naquele momento de mantas mantos
Lenços e lençóis
Lá estávamos nós
Menina,moça,mulher

Falando, emocionando
A cada palavra gesticulando
Andando  entres lembranças
vividas...
Esperadas gargalhadas
 Foi  encontro de mulheres e  mesmas  jornadas.

Nica

Desmaterializando

Um dia paradoxal
Estou com pulseira de carnaval
Esmagando o polipo

Pesos,
Leves  ficarão !
Pedras dissolveram

Minha testa enfumaçada
deixa minha cabeça pesada

Vou para cachoeira industrial
ela sim,
Limpa a crosta dos meu anjo mal

Nica

domingo, 3 de outubro de 2010

Acontecimentos

Encontro de almas
Encontro de vida
Encontro espiritual
Encontro de jornada...

Agora veja
Agora seja
Agora tenho certeza

Não tenho a pretensão de ser decifrada
mas sim, amada!

Nica

sexta-feira, 1 de outubro de 2010

De todo

Tudo esta falando
Pare
Pense...
A colisão sem explicação
Me fez surta,
A hemorragia analógica
Me fez chorar...

A necessidade da semiotica
Esta me deixando neurótica.

Nica

quinta-feira, 30 de setembro de 2010

Sal e Açucar

O sangue é vida!
A vida  com força e agressividade
 Placas de magoas cogitam tirar minha liberdade
Não permitirei  viceras alimentadas por maldade

Tem algodão
Tem solução
Trêmulas mãos

Ordeno que pare!
não é minha essa dor

Essa mistura de inferno astral
com demônios do mal

Meu tripé esta sem quadro
quero pintar ao ar livre
Livre da indiferença
Livre da intolerância

Soro vital

Nica







Nica

quarta-feira, 29 de setembro de 2010

Foi, não será!

Muitas palavras vieram ao meu encontro
Palavras surpreendentes
Muitas pessoas diferentes

Ouço recados de ausentes
-  Vejo tudo pode...
 e deve ser diferente

Tenho que desconjuntar idéias
errôneas 
que foram construídas estupidamente
por uma gota de displicência

Tempo para mudar
Mudar tempo para resultar

Em resultados resolutos.

Nica

terça-feira, 28 de setembro de 2010

Volta à essência
privilegio necessário e absoluto
para minha existência...
Nica

segunda-feira, 27 de setembro de 2010

A liberdade

Nica

NiTa

Minha vida ganhou sentindo
Meu mundo ficou mais colorido
Porque o amor nasceu

Minha boca  com tanta alegria
Tornando real minha fantasia

Porque voce me disse!
Sim

Meu coração outrora sem esperança
Agora pula como criança
Porque voce me quer com paixão

Meu corpo arrepia quando te vejo
repleto de felicidade e desejo

Minhas pernas tremem sem frio
Minhas mãos ficam geladas
Meus olhos esbugalhados, brilham pelas ruas

Minha imaginação alimentada
agora  passeia pelas calçadas
e alamedas das mulheres amadas.

T
 Nica

quinta-feira, 23 de setembro de 2010

Avenida Paulista

Como sua alegria
contagia...
Como seu chocolate
me alivia

Como sua do"r
me da horror

Como a pétala
cela o amor

Como uma caixa
se encaixa
num pedido
que abaixa espinho
de flor

Tomei licor dentro de taça
sentada com a caixa

Toquei numa floresta cheia de pétalas com perfume e
palavras de festa.

Estou olhando
Estou tocando
Estou adentrando
O caminho,ninho,vinho sem espinho...
Nica

terça-feira, 21 de setembro de 2010

Copo de agua

Tenho cólicas
Arrepios e calafrios

Tenho noticias de amigos
distantes com sentimentos
constantes

Tenho rodas
Tenho orquídeas
Tenho rosas

Tenho dor
do amor

A dificuldade do perdão
em adentrar este coração...

Pétalas de pétalas
servidas
em cama de flor
com carta de amor

Carta de amor!

Nica

Ponto

Abri uma porta escura
pensando ter ali minha cura

Continuei, andei, tropecei...
Esbarrei em palavras simbólicas
ardidas e reabriu a ferida!

Uma voz insiste em falar ao pé
do meu ouvido

Não esqueça o passado!!!
Tudo isso voltará se voce não parar...

Sigo trabalhando o nanquim
Sigo na pintura digital
Sigo para
normal, anormal.

Ouvindo vozes
Eles me falam!
Me calam!

Vivo com fantasmas
Durmo andando
Ando dormindo
Vejo pessoa fingindo.


Nica

segunda-feira, 20 de setembro de 2010

domingo, 19 de setembro de 2010

Ritmo linear

Viver! Vai!
E vem

Algo!
Alguém!


Os séculos passam ...
... continua igual
Valsa verso e inverso

A B C D E

I...

E

Tudo dança e não alcança.

Nica

À morte

Perspectiva alheia
Musica da primeira ilusão
Enlaça outras paixões

O caminho repetido
do balcão partido

As amarras do preconceito
foram afrouxadas
E a tristeza continua

Parecia
... desigual
banal...

... voce quer!
Orientação...

A distancia do colo
O soluço
Liquido quente escorre liquidando minha dor.

Nica

sexta-feira, 17 de setembro de 2010

Acidente

Rua nua
Batida solitária
descobri solidão
senti a ilusão

ter,tocar,falar

....Silêncio!!!

Nuca feroz
cabeça achatada



Buzinas surdas
Carro fechado
Óleo vazado

Simpáticos estranhos
Lá vem o guincho caçador
com ferros e arranhos

Tive que brigar por atenção
Tenho duvidas
Sem respostas

Será!
ouviu?
Será?
Escutou?

Escuro, de repente no claro!
No banheiro, cu zinha...
No celular caixa postal
O apoio virtual

Briga,braço sem abraço
e me rendo ao cansaço.

Nica

terça-feira, 14 de setembro de 2010

Saudade

Se alguém soubesse
contar,
Se alguém pudesse dizer
Quantas estrelas rodeiam o céu
Talvez saberia também calcular
Quanta saudade de voce
Hoje sinto

São saudades acumuladas
Daqueles dias feitos lírios
Daquelas tardes em que inventávamos nosso universo
Daquelas noites que entrelaçados em corpo e alma
Fé e espírito...
Desenhávamos mundos de amores
Pintávamos marés de alegrias
Criávamos céus de sonhos
Onde cada estrela era uma promessa
Vários planos, humanas vitorias e conquistas
Divinas glórias e bençãos
Depois alcançávamos plenitudes
Voce lembra?

Um dia veio a noite, a lua e a madrugada
Dormimos entrelaçados novamente
No outro dia,
veio o sol
e o dia e noite

E tudo mudou
Indubitavelmente mudou!
Nosso universo ruiu...

Aquelas noites que sonhávamos
Estar tão próximo das portas de paraísos
Só restaram lembranças e memórias firmes
Que tenazmente alimentam saudades!!!
Quase tudo
Quase nada
Nossa plenitude está aplacada

Hoje, sem voce minha vida é um esgoto
Meus dias são febres de desgosto
Quero começar tudo de novo
Voce é o norte e o princípio do meu mundo!

Nica e Nica

segunda-feira, 13 de setembro de 2010

Alafin

Notas musicais!
Partituras!
Inquietações...

Fragmentos cotidianos
Mentiras brancas
Realidades ocas
Litros de risadas

Beat box
Refrão
Composição
Rafão

Alafin amigo amado cunhado!

Nica

Fragmentos

Desconforto de momentos
cheios galhos
baldes estrelados

Cebolas super faturada
de autos insinuantes
mulheres faceis

Desabafo de meio amigo
Pazes com amigos inteiros

Outro ou outra
situação
de memoraveis
segundos...

Nica

sexta-feira, 10 de setembro de 2010

Destempero

Temos atitudes nas quais nem sempre conseguimos
compreender

Temos situações emergentes e incomodas
porém passíveis de resoluções


Temos egos montanhosos
que nos oprime em nossas proprias
escalas

temos um vazio que queremos preencher
a qualquer custo

Temos a incerteza do amanhã
Temos a cegueira da vaidade atravessada em nossa garganta

Mas também temos a possibilidade de manipular nossas
patologias
E viver
E amar
E sorrir
E ver o sol nascer.

Nica

quarta-feira, 8 de setembro de 2010

Vejo flores em voce


Nica

Tudo

Cansaço absoluto
Olhos de luto
Cabeça com formigas

Deletérios pensamentos
Fuga do momento
Contidas emoções

Planos em plano
Técnica de filigrana
no amor

Mascaras africanas
Fotografia de lápis
serie de efeitos

Sono do acaso
no caso.

Nica

Calle

Rio da prata
Com rio de projeção
Merluza negra
Tira solidão

Conheci Ana
Menina
Moça
Mulher!

Silhueta dourada
Pensamentos puros
Deixou-a em apuros

Menina mulher
De vida abastada
Sempre estará acompanhada

As pedras mudam de lugar
O mundo gira
e logo, logo iremos nos encontrar.

Nica

Buenos Aires 2010

sexta-feira, 3 de setembro de 2010

Ultima hora

Prioridade concreta
Vejo caule
Vejo flor

Signos diagnosticados
Filme apressado
Urge atitudes

Surge tempo
Brotam pessoas

Nica

quinta-feira, 2 de setembro de 2010

O chá de hortelã

Recebi uma mensagem
ela veio sonora

Tinha performance,
Limpidez!

Ali estávamos
no paliteiro paulista

Sumo de hortelã
regado a tres gerações

Com as mesmas paixões
ou
seriam?
gerações,três, paixões

O conto do escritor
de duas linhas

Ou seriam
duas linhas do escritor...

O fato foi consumado
e engraçado.

Nica

Mar


Nica

Mar vermelho

Sonho o acaso
Fito seu pensamento
Vejo plasma

Sua tez azul
Meu escravo
Estremece! mas não de frio
è preciso para chegar!

Meu tronco enraizado
Meu virgem de pecado

voce! palavras desnecessárias
voce! faisca !
voce! grito surdo

Nica

quarta-feira, 1 de setembro de 2010

A tarde de santos

A vida de areia
A mesma areia com ar de mar
Com ar de amor

Acompanhada da certeza
do vento rarefeito

As noticias inesperadas
Os arranhões do amor

As confissões ingênuas
Os planos continentais

As palavras concretas
A placa de São Paulo
jamais verei com o mesmo olhar
agora aquele antigo olhar jáz

Dois ou tres minutos de explosão
de luzes,farois,ventos,arvores
e eu ali sentada

Sentindo o presente divino.

Nica

terça-feira, 31 de agosto de 2010

O futuro voce constroi!


Nica

O Passado

O espaço de palavras
O encontro de ídeais
O sorriso nas mãos

A paciência do amador
A persistência do amante

Faz entreluzir a tosse repentina
A fumaça branca em meus pulmões

Luz, Luz, Luz!
Quantas idéias...

Nica

segunda-feira, 30 de agosto de 2010

A janta que não jantou

Cilios compridos
Boca contornada
Brilho ruivo

Completa abdução
Sentido do sentido
Encaixe do encaixe

O poste de luz
A rua de asfalto
O abraço do abraço

Os versos Ni
Ni no canto

A interpretação
A absorção do fragmento poético.

Tantas evoluções
Merecem ser registradas
E para sempre gravadas.

Nica

Hoje penso

Hoje penso!
Para amanhã pensar!

Hoje sorriu!
Para amanhã sorrir!

Hoje tomei um porre de letras
Para amanhã vomitar poesia

Hoje dei um abraço!
Para beijar!

Hoje visitei casa das rosas!
Para amanhã morar!

Nica

quinta-feira, 26 de agosto de 2010

Andar

A inutilidade do sono
A culpa de pensar como poderia ter sido
A angustia matizada

Os olhos pesados
Os cabelos esvoaçados

O excesso primitivo
O álcool entorpece

Semana adormecida
O tempo esta passando!

Nica

quarta-feira, 25 de agosto de 2010

Luz 0

O encaixe do quebra-cabeça
A planta de um predio

A musica perfeita
O sinal

Assim é o caminho de quem sabe
onde quer chegar.
Nica

terça-feira, 24 de agosto de 2010



Nica

Ambiguidade

Espasmódicas mudanças
pressupõe intensidade realização

O nervo ótico estimulado
por cantores fotográficos

Refletores ligados em direção
da figura escrita

Isso é verdadeiro!
Isso não é língua estrangeira
Isso é o principio.

Nica

Mulher balzaquiana

Minha pele bruxuleando raios violetas
Conquanto interessante
tornou a silhueta dos meus pensamentos

Provocando um arrepio evidente nos meus
cílios!

Anos antes!
Como seria?
Ilusório?
Pré-estabelecido?
Perceptível?

Ou seria uma cena secundaria?
Depois de um quarto de século
Os signos falam!

Códigos precisam ser isolados
para serem diagnosticados.

Tres decadas de linguagens
e passagens!

Espetáculos repentinos desintoxicarão
A vertente principal "tempo"

Nica

domingo, 22 de agosto de 2010

VVVVVV JA


PRES
SEN
TI
MEN
TO...


Nica

Vida

Inovações
Tirei o rotulo
Senti nova poética

A dor condicionada
por prazer de outrem

Posso afirmar no silencio
o calor da sua ausência.

Nica

quinta-feira, 19 de agosto de 2010

Mentira branca





Hoje não poderia imaginar
outra pessoa que não fosse voce

Tocando minh´alma
Toda sua sensibilidade em meus dedos
Todo seu ser enjaulado no signo infinito vulgar do meu prazer

Um gole de vinho encorpado
Indecifrável buquê

Poesia visual
Arte abstrata
Letras soltas
Linhas lineares

assim vejo voce!

Nica

quarta-feira, 18 de agosto de 2010

A sacada

O chamado
A voz
A surpresa
As rosas

A declaração!

O cartão!

A espera...
Casa das rosas
Jamais será a mesma!

Nica

segunda-feira, 16 de agosto de 2010

Energia






Paralelas palavras
com paralelas pessoas

Energia dourada
Transmutação no cristal

Voz infantil!
Voz madura!
Energia de portal...

sábado, 14 de agosto de 2010

Desconstrução

Surpresa noturna
O gato amador
Grita! Grita!Grita

Eu provo meu instinto
Escorrego pelos seus sentidos

Acendo a luz!
Procuro uma musica!
Sento no chão!

Sua pele, lente de contato!
Seu liquido saliva!
Sua saliva liquida!

Sorriso na iris?
Iris no sorriso!

Noite sorridente!
Nica

sexta-feira, 13 de agosto de 2010

Viagem astral


Novos horizontes fotográficos
Provando filmes

Ouvindo radio
Musicas esotéricas

Pessoas,idéias,ideais
historias...







Rostos estranhos
com palavras familiares
vieram ao meu encontro

Tenho uma certeza
anormal
Encontrei essas pessoas
diversas vezes
esta talvez seja
a milionésima!

Extravagantes, estranhos
sorrisos!



Incrivel
Memento Mori.

Nica

Cor de animo





Dançar!

-Dança sinônimo de liberdade
-Dança sinônimo de paixão

Dançar é respirar profundo
Dançar é comer o prato predileto
Dançar é viajar no intimo do intimo

Dançar é compartilhar prazer
Dançar é beijar
Dançar é fazer amor com amor

Dançar é tocar em si...

Dançar, falar, recordar...

Nica

Invasão


Uma tristeza invadiu meu instante
parecia tumulto
de pessoas falando em outro idioma

Cheiro de gasolina
Cheiro de metal
Cheiro de fumaça

Boca seca
Falta de estimulo
Desapontamento

Cheiro de decepção
Cheiro de arrependimento
Cheiro de vazio acompanhado de vazio.

Nica

quinta-feira, 12 de agosto de 2010

Aerado encontro



O encontro pedras
nos desencontros montanhosos

- estavam demasiadamente pesadas
- O tempo!
- O vento!
se encarregou de pulverizar

as camadas densas

-E as pedras se encontraram...

Nica

quarta-feira, 11 de agosto de 2010

Pensamento Liquido Perigoso







Há que trabalhar
diariamente contra pensamento deletério

Ele é o ácido que corroe
o pilar da conquista

Penso em agua
outro dia ouvi sua voz macia

Posso?
Poderei?

Escrever nas paredes
d´minha alma
todas inquietações
do meu coração valente!

Não permitirei
jamais a oxidação
de minhas palavras...


Nica

Casa do Poeta de São Paulo

Casa do Poeta de São Paulo
Presidente Wilson Jasa, Vice Presidente Adriano Augusto, Embaixadora Cultural

Movimento Poético

Movimento Poético

Associação de Poetas Portugueses

Associação de Poetas Portugueses

Casa do Poeta de São Paulo

Poderá também gostar de:

Postagens antigas