domingo, 9 de maio de 2010

Felicidade - Fernando Pessoa

Não se acostume com o que não o faz feliz, revolte-se quando julgar necessário.
Alague seu coração de esperanças, mas não deixe que ele se afogue nelas.
Se achar que precisa voltar, volte!
Se perceber que precisa seguir, siga!
Se estiver tudo errado, comece novamente.

Se estiver tudo certo, continue.
Se sentir saudades, mate-a.
Se perder um amor, não se perca!
Se o achar, segure-o

Nica

Vozes



Um segundo
uma ilusão!
nascente do rio
flor de laranjeira

salada de pão
mostarda quente
chá verde
porção de cebola

apagou a luz
da doce paixão
flor de liz
adormecida em seu jardim

desperta no pântano
chamado humanidade pervertida
cheia de posição
oca de emoção

bar brahma conversei
 contemporização
justificando caos emocional
dentro da fuga fulgas

 viver adormecido em copo da água
talvez um pouco de cevada
emoção descarrega
vamos falar
amargo,amargo!
 sabor...


 muito magoada
 triste  episódio
 hoje...
confesso!
 relação pura e bacana!

Nica
2010

Casa do Poeta de São Paulo

Casa do Poeta de São Paulo
Presidente Wilson Jasa, Vice Presidente Adriano Augusto, Embaixadora Cultural

Movimento Poético

Movimento Poético

Associação de Poetas Portugueses

Associação de Poetas Portugueses

Casa do Poeta de São Paulo

Poderá também gostar de:

Postagens antigas

Seguir

Obrigado à todos visitantes!

Maria Ruth

Maria Ruth
Artista Plastica

Titulo - Criação By Nicah Gomes

Titulo - Criação By Nicah Gomes
Tela - Acrilico TM 1x20 1.00

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Translate