terça-feira, 31 de agosto de 2010

O futuro voce constroi!


Nica

O Passado

O espaço de palavras
O encontro de ídeais
O sorriso nas mãos

A paciência do amador
A persistência do amante

Faz entreluzir a tosse repentina
A fumaça branca em meus pulmões

Luz, Luz, Luz!
Quantas idéias...

Nica

segunda-feira, 30 de agosto de 2010

A janta que não jantou

Cilios compridos
Boca contornada
Brilho ruivo

Completa abdução
Sentido do sentido
Encaixe do encaixe

O poste de luz
A rua de asfalto
O abraço do abraço

Os versos Ni
Ni no canto

A interpretação
A absorção do fragmento poético.

Tantas evoluções
Merecem ser registradas
E para sempre gravadas.

Nica

Hoje penso

Hoje penso!
Para amanhã pensar!

Hoje sorriu!
Para amanhã sorrir!

Hoje tomei um porre de letras
Para amanhã vomitar poesia

Hoje dei um abraço!
Para beijar!

Hoje visitei casa das rosas!
Para amanhã morar!

Nica

quinta-feira, 26 de agosto de 2010

Andar

A inutilidade do sono
A culpa de pensar como poderia ter sido
A angustia matizada

Os olhos pesados
Os cabelos esvoaçados

O excesso primitivo
O álcool entorpece

Semana adormecida
O tempo esta passando!

Nica

quarta-feira, 25 de agosto de 2010

Luz 0

O encaixe do quebra-cabeça
A planta de um predio

A musica perfeita
O sinal

Assim é o caminho de quem sabe
onde quer chegar.
Nica

terça-feira, 24 de agosto de 2010



Nica

Ambiguidade

Espasmódicas mudanças
pressupõe intensidade realização

O nervo ótico estimulado
por cantores fotográficos

Refletores ligados em direção
da figura escrita

Isso é verdadeiro!
Isso não é língua estrangeira
Isso é o principio.

Nica

Mulher balzaquiana

Minha pele bruxuleando raios violetas
Conquanto interessante
tornou a silhueta dos meus pensamentos

Provocando um arrepio evidente nos meus
cílios!

Anos antes!
Como seria?
Ilusório?
Pré-estabelecido?
Perceptível?

Ou seria uma cena secundaria?
Depois de um quarto de século
Os signos falam!

Códigos precisam ser isolados
para serem diagnosticados.

Tres decadas de linguagens
e passagens!

Espetáculos repentinos desintoxicarão
A vertente principal "tempo"

Nica

domingo, 22 de agosto de 2010

VVVVVV JA


PRES
SEN
TI
MEN
TO...


Nica

Vida

Inovações
Tirei o rotulo
Senti nova poética

A dor condicionada
por prazer de outrem

Posso afirmar no silencio
o calor da sua ausência.

Nica

quinta-feira, 19 de agosto de 2010

Mentira branca





Hoje não poderia imaginar
outra pessoa que não fosse voce

Tocando minh´alma
Toda sua sensibilidade em meus dedos
Todo seu ser enjaulado no signo infinito vulgar do meu prazer

Um gole de vinho encorpado
Indecifrável buquê

Poesia visual
Arte abstrata
Letras soltas
Linhas lineares

assim vejo voce!

Nica

quarta-feira, 18 de agosto de 2010

A sacada

O chamado
A voz
A surpresa
As rosas

A declaração!

O cartão!

A espera...
Casa das rosas
Jamais será a mesma!

Nica

segunda-feira, 16 de agosto de 2010

Energia






Paralelas palavras
com paralelas pessoas

Energia dourada
Transmutação no cristal

Voz infantil!
Voz madura!
Energia de portal...

sábado, 14 de agosto de 2010

Desconstrução

Surpresa noturna
O gato amador
Grita! Grita!Grita

Eu provo meu instinto
Escorrego pelos seus sentidos

Acendo a luz!
Procuro uma musica!
Sento no chão!

Sua pele, lente de contato!
Seu liquido saliva!
Sua saliva liquida!

Sorriso na iris?
Iris no sorriso!

Noite sorridente!
Nica

sexta-feira, 13 de agosto de 2010

Viagem astral


Novos horizontes fotográficos
Provando filmes

Ouvindo radio
Musicas esotéricas

Pessoas,idéias,ideais
historias...







Rostos estranhos
com palavras familiares
vieram ao meu encontro

Tenho uma certeza
anormal
Encontrei essas pessoas
diversas vezes
esta talvez seja
a milionésima!

Extravagantes, estranhos
sorrisos!



Incrivel
Memento Mori.

Nica

Cor de animo





Dançar!

-Dança sinônimo de liberdade
-Dança sinônimo de paixão

Dançar é respirar profundo
Dançar é comer o prato predileto
Dançar é viajar no intimo do intimo

Dançar é compartilhar prazer
Dançar é beijar
Dançar é fazer amor com amor

Dançar é tocar em si...

Dançar, falar, recordar...

Nica

Invasão


Uma tristeza invadiu meu instante
parecia tumulto
de pessoas falando em outro idioma

Cheiro de gasolina
Cheiro de metal
Cheiro de fumaça

Boca seca
Falta de estimulo
Desapontamento

Cheiro de decepção
Cheiro de arrependimento
Cheiro de vazio acompanhado de vazio.

Nica

quinta-feira, 12 de agosto de 2010

Aerado encontro



O encontro pedras
nos desencontros montanhosos

- estavam demasiadamente pesadas
- O tempo!
- O vento!
se encarregou de pulverizar

as camadas densas

-E as pedras se encontraram...

Nica

quarta-feira, 11 de agosto de 2010

Pensamento Liquido Perigoso







Há que trabalhar
diariamente contra pensamento deletério

Ele é o ácido que corroe
o pilar da conquista

Penso em agua
outro dia ouvi sua voz macia

Posso?
Poderei?

Escrever nas paredes
d´minha alma
todas inquietações
do meu coração valente!

Não permitirei
jamais a oxidação
de minhas palavras...


Nica

segunda-feira, 9 de agosto de 2010

Importantes pessoas



Os dias estão voando
As horas estão desaparecendo
As sensações estão ficando desapercebidas
As pessoas importantes vão ficando cada vez mais distantes

-Chamam falta de tempo!


de tempo "Contemporâneo"

essa palavra resumiria
o desamor?
a falta de tempo?


Nica

A importancia




Caminhando pelo parque observei
o movimento sutil de uma
vassoura de palha na mão daquela
mulher!

Me peguei
naquela cena!

-Pensei!

Todos os dias caminhamos em ruas limpas
e não advertimos...

Que passou alguém muito importante
por aquela rua antes de nós!


Nica Gomes







Nica

Ninguém percebe!


Nica

A importancia



Nica

domingo, 8 de agosto de 2010

Coisa de amor

Um gesto inocente
um par de flor
Assim vivo meu amor...

Nica

Frescor


A juventude transborda
fatos e festas

Tristezas!
Ataques!
Acidentes!

Alegoria de tristeza!
Alegoria epiléptica!

Alegria na adolescência
tem sabor de brisa!

Alegria na maioridade
tem sabor de consciência!

Nica

Nica

Blá blá blá

A coisa mais insuportável que existe
é ter uma pessoa dissimulada
falando ao pé do ouvido

Coisas sem nexo!
O que fazer?
O que sentir?
Ou melhor até onde consentir?

Nica

sexta-feira, 6 de agosto de 2010

Gente, gente...


Observo gente mesquinha!
Observo humano demasiado humano!
Observo pessoas e pessoas!
Observo a dor panorâmica...
de pessoas sem foco!


Nica

Odeio

Melancolia ?
Preguiça?
Ansiedade?
Mentira!
Pessoas tristes?
Invasão!
Cinismo!
Dissimulada!

Excesso de educação!
Não comprimento de palavra!

Falta de bom senso !
-Odeio
-Odeio
-Odeio...

Nica

O que é ser feliz?

quinta-feira, 5 de agosto de 2010

Caminhos



Nica Gomes

Medo

O medo!
paralisa,enlouquece,deprime
entorpece,debilita,suga alma...

Medo!
Assopra sonho!
Arranca coragem!

Medo!
idioma indecifrável!
objeto pesado e invisível!

Medo insuportável
Medo,Medo,Medo

Não te sinto
Não te pertenço
Não te quero mais!

Nica

quarta-feira, 4 de agosto de 2010

Silêncio


Nica Gomes

O silêncio

Você tem o direito de ficar em silêncio
Você pode protestar em silêncio
Você pode amar em silêncio

Você pode imaginar em silêncio
Você pode sofrer em silêncio
Você pode chorar em silêncio

Você pode sorrir em silêncio
Você pode falar em silêncio
Você observar o silêncio

Você pode sentir o silêncio

Mas você não deve usar o silêncio
como escudo
para justificar sua covardia

- O silêncio é sagrado!
necessário
para alimentar as palavras.

Nica

Olhos de mel

Mulher forte
Te conheci!
Suas palavras pairam no vento

Sua expressão forte,sofrida
dilui enquanto voce relatava
suas lembranças

Linda mulher
de coração puro e ingênuo
amante dos incas
devota do amor

Me impressionaste com sua
paixão pelo ser humano
sua soberana humildade

Seus olhos de encanto
havia muito tempo
muito tempo!!!

Que não via uma pessoa
como tu!
Especialmente sensível

Tive vontade de ti por no colo
e dizer o quanto es bela mulher!

Falamos,sorrimos e nos emocionamos!!!
Lindo momento de pizzela.

Nica Gomes

Pensando

O amor de amar
Olhos de olhar
Labios de beijar

Nica

terça-feira, 3 de agosto de 2010

De volta

Depois de muitos dias fora de ordem
Caminhando por ruas musicais
lojas frias

Comidas condimentas
cômodos aquecidos
classe executiva, classe operaria

Conversa e vinho
cereja falsa

taxista ilario!
Surdo, risonho
desengonçado

Ele, um fantoche conduzindo
tecia-me comentários
em seguida

batia palmas,batia palmas!
sorria tanto
quanto seu próprio taxímetro
prostrado em minha frente

Ainda assim aquela pequena fortuna
dada a ele valeu
Pois aqueles brancos cabelos
acompanhado de marcas do tempo

Me mostrou alegria de viver
sem cronologia, sem lamentação
apenas permitindo o espetaculo de
Viver a vida.

Nica







Retorno para minha rotina arrojada

segunda-feira, 2 de agosto de 2010

Andes


Nica Gomes

Andes



Nica Gomes

Cordilheira dos Andes


Nica Gomes
27/07/2010

Ponte dos Incas



Nica Gomes

Ponte dos Incas



Nica Gomes

Ponte dos Incas



Nica Gomes
29/07/2010

domingo, 1 de agosto de 2010

Nicolas

Memoravel momento de neve
a maciez nos pès
a frieza nas maos
estomago comprimido
a garganta seca
vento gelado
passando pelo nariz quente!

Seu sorriso inocente combinando
com a brancura das montanhas
particulas congeladas imortalizou
nosso amor...


Energia latente que me fez marear por um instante
queria sair correndo
e ao mesmo tempo voltar sorrindo
o sorriso quente nos labios congelados

Alegria do meu sangue
tocando em minhas maos
Liberdade sagrada do meu amor incodicional.

Nica

Casa do Poeta de São Paulo

Casa do Poeta de São Paulo
Presidente Wilson Jasa, Vice Presidente Adriano Augusto, Embaixadora Cultural

Movimento Poético

Movimento Poético

Associação de Poetas Portugueses

Associação de Poetas Portugueses

Casa do Poeta de São Paulo

Poderá também gostar de:

Postagens antigas

Seguir

Obrigado à todos visitantes!

Maria Ruth

Maria Ruth
Artista Plastica

Titulo - Criação By Nicah Gomes

Titulo - Criação By Nicah Gomes
Tela - Acrilico TM 1x20 1.00

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Translate