segunda-feira, 30 de maio de 2011

Amigo(s)

Amizade
Olhos que maream  com fortes afirmações
Amizade
nos faz ver e escutar a mesma emoção
Amizade
existe momento mais sublime nesta passagem?
vida,vida!
Amizade
- como um abraço sincero acompanhado do silêncio amistoso  mutuo do amor
resgata emoções contidas.
Amizade
Almas cintilantes  que se encontram em momentos inusitados nos
trazendo flores astrais necessarias para nosso cotidiano.
Amizade,
o chocolate trufado da vida,
amo meus amigos do fundo da minha alma.

Nica  

sábado, 21 de maio de 2011

Travesti

Voce ja provou alguma decepção imensuravel?
Penso  mesmo que a resposta seja positiva,
não preencheria o vacuo causado por um desgosto vivido
- pois falam as más linguas que compartilhar as desgraças diminui a dor!
ditado que discordo, haja visto continuo com a mesma.

Seriam imprecisas todas e quaisquer comparações,
 talvez até vulgar fazer algumas analogias.
Ainda assim a necessidade de arrancar este fogo latente domina
a vontade de calar!
Esperamos alguns conceitos em determindas pessoas
como doi a dor daquele momento sombrio que teima em se instalar
em meus pensamentos,  foi como tirar uma fotografia da decepção e imprimir em papel brilhante colorido para escancarar aos quatro ventos " quem é voce de fato "
No entanto chego a uma conclusão;
desapontamneto diminui todo e qualquer amor por maior que ele seja.

Nica

Sincro - nia ou Sincro -não

No cerne do conceito consciencioso
deparo-me com a pratica contemporania da casualidade,
diferenciaveis concatenações subjetivas
que implodem rotulos até então reproduzidos!

Seriam falsos valores?
ou
residos labirinticos?

Questiono esta condição mecanica de existência
essas diversas plataformas preestabelicidas
compostas de planos rasos e obedecidos.

 Há duvida?
 somos subalternos de nossos pensamentos?
ou da sociopatologia?
Pergunta inquietante, mas pertinente diante de tantos discursos especulações cotidianas.

Nica

quinta-feira, 19 de maio de 2011

Provando, degustando

Sinto as belas belezas
Em conjunto com fraquezas
A vida gris por alguns instantes.
"faz o mundo colorido"
O idioma do entendimento mutuo
traduz o silencio dos seu labios.
Respeito limitação acompanhada de paixão
"gotas homeopaticas"
Maravilhoso  pensamento sentido e compartilhado
Ele cresce, cresce e cresce a cada segundo acumulado...

Nica

segunda-feira, 16 de maio de 2011

Pasta

Há diversas maneiras de aparecer perólas
meus olhos circulam pelas flores com o frio noturno encontrando
esses olhos de narciso que irritam meu ser

Mais sempre me pergunto, o por que
- o por que das coisas serem assim,
quando a maciez se revela descobre uma textura rispida e escura
outra voz,
 tudo na vida tem o seu lado bom ou ruim!
sim ou não,
Talvez naquele dia por um segundo
Talvez minutos a menos ou a mais, tudo isso não teria ocorrido
sinto falta dos segundos mudados e agora arraigados,
quero e vou arrancar esta erva amarga fingindo ser doce

Doce?
seria um doce de batata doce?
ou seria um doce de tamarino?

Poderia nomear por alguns instantes
de qual doce voce é!
no entanto seu simbolico  paladar  inacabado
não preenche as lacunas papilares.

Nica






sábado, 14 de maio de 2011

Fenômeno natural

Estou alucinada diante de extrema elegancia
da lua repousando em meio ao cromo celeste  
fora de "satori " essa eroticidade lunar,

Debruçando minha percepção fosforescente
caminho descalça pelo reflexo insinuante da lua cheia.

Nica

sexta-feira, 13 de maio de 2011

Desentranhar

Depois de uma tentativa apressada
O indivuduo se deparou com imaginação fertil e lagrimas
 intencionalmente escorridas no rosto de papiro

Com ostensivos argumentos cometidos
as escuras que tão logo virá as claras evidencias!
Há determinadas interpretações espantosas
sob o ponto de vista do amor!
No qual ter poder é extremamente valioso,
conteúdo guardado pelo portador do mesmo

Ilustram ilusões,
ocultam  frustrações,
versos acúmulos "ludere"

Insinuante cegueira finita, 
necessaria para compormos
 nossos  discursos com  ensaios quotidianos.

Mais uma vez o cinismo vem à tona,
 tempo de consequencia rude
 por dispensar cuidados fundamentais
para estruturar esta  arquitetura ao qual denominamos  "amor".

Nica

quarta-feira, 11 de maio de 2011

Você

Você
- fogo atemporal
Você
- aveludado,rubro
Você
 - brisa ardente
Você
- outra vida, e o mesmo amor!
Você
 - veio  sem pressa
Você
- reencontro que dispensa palavras
Você
- energia,sinergia
Você
- olhos de rocha
Você
- emana raios fulmegantes
Você
- abri o sol, do meu sol
Você
 - beleza da chuva
Voce
- sorriso dourado
Você
- cores das cores
Você
- fotografia falada
Você
- tempo de luz
Você
- mais uma vez vamos fazer historia da nossa historia..

terça-feira, 10 de maio de 2011

Reflexões

Saudade,

Seria melhor não ter provado?
- não, não, não!
Imediatamente recuso esta hipótese!

Saudade,
tento não fixar meu olhar para aquela varanda onde tudo começou

Saudade
sua pupila cristalina, seus dedos gelados, seu abraço ancioso

Saudade
Mudo a direção, paro e penso!

Saudade
Me encontro direcionada a quimica vivida agraciada por nós

Saudade
Ironia refletida pela distancia!

Saudade,
Sabor da silhueta perfeita

Saudade,
da semelhança ciumenta, possessiva exata.

Saudade,
do seu aspecto igual acessivel, amoroso

Saudade,
aproxima, concretiza, anima, duplica, emana,
 habita, replica, realiza, ilumina, aninha nossos desejos.

Nica Gomes

segunda-feira, 9 de maio de 2011

Lugar Oiii

Tudo muda quando um meio é introduzido
registramos impressões modeladas discordantes mais existentes
Tento traduzir sem argumentos alguns acontecimentos;

Uma voz reposiciona  momentos analogicos, unicos em sua essência
 - momentos digitais pedem silencio!
voce precisa de explicação?

Como posso eu desvendar suas necessidades emocionais?
- Posso falar sobre o acaso...
A definição do acaso exterior, diferentimente de intervenções internas!

Vejo provocações simbolicas digitalizadas
algo produzido em meio a generalidades insignificantes.

Nica


sábado, 7 de maio de 2011

Inevitável

 Dourada penumbra silenciosa,
eis aqui minha alegria!
Magia que veio acompanhada de mensagens
 pitorescas em meio ao cansaço cotidiano...

- ah pensamentos racionais, porque
esta sempre açoitando emoções vitais?
teimosa quer retalhar essa paixão inexoravel

Indescritivel entardecer rosado
 regado de sons compartilhados
Labios,labios,labios silenciosos!

escuto a boca molhada,
inenarravel sincronia de boca, beijo!
Sua boca, arte de movimentar delirios!
- chegou, passeou  nos macios tecidos celulares
 com movimentos circulares

confirmaram o esperado,
imaginado inarticulado sentido do nirvana mitico...

em meio a confissões
 frases absorvidas ,
despidas de preconceitos!
Expressavam tal composição; voz, pele, palavra...
 Tudo duplamente sentido, e anos luz da platitude.

Nica Gomes



quarta-feira, 4 de maio de 2011

Controle

Angustioso  sentimento "controle"
Controle, sua vida!
Controle, seus instintos !
Controle, sua lingua!
Controle, seu humor!
Controle, seu olhar!
Controle, o controle !
Controle, a raiva!
Controle, a saudade!
Controle, a paixão selvagem!
Controle, controle e controle...

Nica


Casa do Poeta de São Paulo

Casa do Poeta de São Paulo
Presidente Wilson Jasa, Vice Presidente Adriano Augusto, Embaixadora Cultural

Movimento Poético

Movimento Poético

Associação de Poetas Portugueses

Associação de Poetas Portugueses

Casa do Poeta de São Paulo

Poderá também gostar de:

Postagens antigas

Seguir

Obrigado à todos visitantes!

Maria Ruth

Maria Ruth
Artista Plastica

Titulo - Criação By Nicah Gomes

Titulo - Criação By Nicah Gomes
Tela - Acrilico TM 1x20 1.00

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Translate