segunda-feira, 29 de julho de 2013

Convite para meus amigos queridos!!!


Liquido revelador

A clareza brotou nas entranhas, rasgando o ser
invadindo escuridão enterrando bem longe falsa ocasião.

Grito do grito, ao grito!

- Liberta - te!
-                 liberdade - te!!!
  liberdade !!!


Estás livre caro arbítrio?
- livre!

Me conte arbítrio sobre as correntes que estavam amarradas à  você, como aconteceu?

Foi  em uma  noite de verão, tive o desprazer de ver  maldito vampiro...  mordida blue,
 abraço sem braço, apenas traço sem traço, uma mistura de bagaço com inchaço, desfaçado de anjo,
... sim era anjo, anjo do mal ... que estava escondido em falsa submissão que emergiu como lodo em curva de rio.
Demorou... demorou ... mas o vampiro sumiu da mesma forma que surgiu.
-  demora  acida mas necessária!
Não sinto ódio somente pena da pena, de gastar minha pena, ao pensar na pena!
 interesse infinito  cérebro de mosquito!
nossa que promoção falei "cérebro" bem sinto uma certa gastura em ser tão generosa.
Entendeu liberdade...

Nica Gomes

sábado, 27 de julho de 2013

De repente azul

O arrepio de desejo se transformou em nojo...
A admiração em negação...
A boca que beijava com sabor de mel agora tem odor de fel...
A mão que era quente ficou fria, gelada e suada...
O abraço  que foi acolhedor, agora  opressor...
A palavra de estimulo  ...  sem estimulo ficou!
O prazer da conversa esgotou
A esperança morreu,
A projeção adoeceu
O futuro agora é sem tigo
A musica acabou
O castelo ruiu
O buraco se abriu
O vazio chegou
E agora sonho é pesadelo
E pesadelo é a realidade de ver você
Onde? quando?como? perdi,  ou me livrei aquele que outrora chamei de encanto...

Nica Gomes
23/04/2013



   

terça-feira, 16 de julho de 2013

Conto - Baltasar deu azar -

Certa madrugada chega à recepção do hospital MM  Baltasar  um homem baixinho, gordinho com cabelos brancos,com os olhos lacrimejados, o rosto de sofrimento escancarado.

Logo na recepção todos se comoveram com aquele senhorzinho!

apressados os enfermeiros  buscaram  cadeira de rodas para sentar o pobre velhinho que esbugalhou os olhos, abriu o pulmão!

- gritou!!! não quero sentar!... quero me deitar!

-  a reação foi unanime; o que será que ele viu na cadeira? ainda assim atenderam ao pedido do senhorzinho
pegaram a maca e o conduziram ao doutor, que por sua vez perguntou - o que aconteceu meu senhor?

o velhinho agora manso, gemendo falou baixinho, estou com um pequeno incomodo  doutor!

- O medico então disse - vamos examinar a situação; logo o senhorzinho projetou as pernas para ar,

 lá veio a perola

        " o conhecido frasco de desodorante usado para tirar odor,

-  agora também esta sendo utilizado  para fazer amor !

-  mas o fato inusitado é que o bendito Baltasar tinha rabo com a pressão do diabo, que logo sugou  o inofensivo  e adaptado vibrador.

O doutor pensou! não tem outro jeito  vai ter de ser com anestesia, para retirar o Baltasar daquela agonia.
Logo  o tarado sonhador  se livrou da sua dor!

 O medico saiu tão afoito  que tropicou no rolon, espatifou-se  na porta  onde aguardava uma mulher com cara de morta,  para seu azar era a esposa  do sr:  Baltasar !

O doutor pensou;  o que será  que ela dirá? a senhora abriu a boca e la veio a perguntar,
- meu marido vai se salvar? o que aconteceu de fato doutor?
-

o doutor franzi-o a testa com sorriso cínico respondeu; não foi nada senhora,  foi apenas um susto, seu marido é alérgico!

Ela indagou ;alérgico? à que?

Minha senhora acalme-se logo logo o sr Baltazar irá te contar...

Nica Gomes





segunda-feira, 8 de julho de 2013

Angustia



Quero tirar o asco, sem inchaço, sem cansaço, no máximo com cara de palhaço
sem precisar mostrar o que faço apenas me dê um abraço virgula,exclamação, ponto e traço.

Nica Gomes

Casa do Poeta de São Paulo

Casa do Poeta de São Paulo
Presidente Wilson Jasa, Vice Presidente Adriano Augusto, Embaixadora Cultural

Movimento Poético

Movimento Poético

Associação de Poetas Portugueses

Associação de Poetas Portugueses

Casa do Poeta de São Paulo

Poderá também gostar de:

Postagens antigas

Seguir

Obrigado à todos visitantes!

Maria Ruth

Maria Ruth
Artista Plastica

Titulo - Criação By Nicah Gomes

Titulo - Criação By Nicah Gomes
Tela - Acrilico TM 1x20 1.00

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Translate