sábado, 3 de julho de 2010

Foi mandado

Impensada atitude
do encontro com o diabo
resultou em pés estirados



Trauma recorrente
corpo dor-mente
como pude nadar nas profundezas
do mar sem fim!

amordaçando
por tanto tempo
o sentindo da vida...

Peito ancorado no porto da dor
do pecado
Outro dia era uma historia
Agora um ditado
" pobre diabo"

Tenho que tirar minha ancora
desse imundo
vento que passa sem pressa
aumentando minha agonia

Infelicidade minha
cavada no inferno
me encontrei com demônio oportunista
traiçoeiro, bastardo!

Ilusionista do diabo
engana sem precisar gastar seu dialogo
como pude eu pensar que
tu eras pobres diabo!

Agora ordeno desapareça
aqui não é seu lugar!

vou pegar meus chinelos e vou buscar araçá
pelos lados de dona Tintina onde mato
é que não falta por lá... e minha paz
reencontrar...

Nica

Danos

Suando em noite fria
sangue e dor
lastima esta dupla angustia

Uma pequena gota de odio
De repente mudou o contexto
e nada faz sentido

Tenho respostas antibióticas
e gritos analgésicos
Odeio esse movimento que
não busquei

Asco daquele momento
paliativo
Agora estou no inferno
divino!

Flores para os mortos!
Flores para os vivos!
Flores para os mortos vivos!

Nica

Casa do Poeta de São Paulo

Casa do Poeta de São Paulo
Presidente Wilson Jasa, Vice Presidente Adriano Augusto, Embaixadora Cultural

Movimento Poético

Movimento Poético

Associação de Poetas Portugueses

Associação de Poetas Portugueses

Casa do Poeta de São Paulo

Poderá também gostar de:

Postagens antigas

Seguir

Obrigado à todos visitantes!

Maria Ruth

Maria Ruth
Artista Plastica

Titulo - Criação By Nicah Gomes

Titulo - Criação By Nicah Gomes
Tela - Acrilico TM 1x20 1.00

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Translate